Tamanho do texto

Time de Londres não perde a há 28 jogos no torneio. Agora, vai encarar o Manchester City pela vaga na decisão

Demba Ba comemora gol para o Chelsea diante do Manchester United
Andrew Winning/Reuters
Demba Ba comemora gol para o Chelsea diante do Manchester United

A rivalidade entre Manchester United e Chelsea ganhou mais um capítulo logo no começo da semana, com final feliz para a equipe londrina. Nesta segunda-feira, os Blues venceram os Red Devils por 1 a 0 e se classificaram para a semifinal da Copa da Inglaterra, competição da qual foram campeões três vezes nos últimos quatro anos. Além disso, a equipe está sem perder no torneio há 28 jogos.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Agora, o Chelsea enfrenta a outra equipe de Manchester, o City, no próximo dia 14, em partida única. Millwall e Wigan fazem o outro jogo da semi. Já o United, eliminado da Copa da Inglaterra e da Liga dos Campeões, volta as atenções para o Campeonato Inglês, competição que lidera com 15 pontos de vantagem.

O jogo

A partida começou sem grandes emoções, já que as duas equipes tinham dificuldades para criar jogadas de perigo. Esse foi o cenário até os 25 minutos, quando o jogo melhorou ligeiramente. O Chelsea era melhor, com jogadas de Mata e Oscar. Além do meia, os também brasileiros David Luiz e Ramires estiveram em campo como titulares. Já o United tentava balançar as redes dos anfitriões com chutes de fora da área, mas não tinha sucesso.

Apesar de, com o 0 a 0, a decisão estar indo para a prorrogação, nenhum dos dois técnicos fez mudanças no intervalo. E a postura conservadora – em termos de alterações - do treinador do Chelsea, Rafa Benítez, surtiu mais efeito. Logo aos quatro minutos de jogo, Mata fez mais uma ótima jogada e deu lançamento quase milimétrico para Demba Ba. O centroavante senegalês precisou se esticar, mas conseguiu pegar a bola antes de ela cair no chão e mandou por cima de De Gea, marcando um golaço e abrindo o placar.

Dez minutos depois, foi a vez de o United ter ótima chance. Welbeck cruzou pelo alto para Chicharito Hernández. O atacante mexicano cabeceou no contrapé de Petr Cech, mas o goleiro conseguiu mandar para fora com a ponta dos dedos da mão esquerda, impedindo outro golaço.

O lance foi, no entanto, esporádico, já que o Chelsea seguia melhor, com mais posse de bola e levando mais perigo ao gol adversário. O técnico do United, Sir Alex Ferguson, tentou dar mais experiência à sua equipe, colocando em campo o meia Ryan Giggs no lugar de Welbeck.

Isso não impediu o Chelsea de continuar mais perigoso, à medida em que os Red Devils iam à frente e abriam espaços para os anfitriões contra-atacarem. Mesmo com o jogo mais aberto, nenhuma das duas equipes conseguiu balançar as redes outra vez, e o juiz selou a classificação dos Blues aos 49 minutos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.