Tamanho do texto

O atacante do São Paulo mostrou descontração ao se lembrar das brincadeiras no elenco comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari

Osvaldo comemora o gol pelo São Paulo
Gazeta Press
Osvaldo comemora o gol pelo São Paulo

Convocado pela primeira vez para a seleção brasileira, o atacante Osvaldo passou pelo tradicional trote aplicado aos novatos do grupo. Nesta quinta-feira, um dia depois de ter voltado ao São Paulo, o atleta mostrou descontração ao se lembrar das brincadeiras no elenco comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Deu uma ‘suadeira’ brava. Eles me fizeram subir na cadeira e agradecer ao Felipão. Eu falava da comissão técnica, mas só aceitaram quando disse o nome do professor. Eles me fizeram contar piadas, cantar... Foi uma coisa boa, deu para desenrolar bem", afirmou o jogador, rindo.

Chamado pelo treinador depois que Lucas foi liberado por problemas médicos, Osvaldo revelou que os líderes das brincadeiras foram o zagueiro David Luiz e o lateral esquerdo Marcelo, tendo também como alvo outro novato, o atacante Diego Costa, do Atlético de Madri.

Leia mais: São Paulo faz treino tático e só poupa Ceni e Luis Fabiano nos titulares

Depois das brincadeiras, Osvaldo não teve chance de entrar em campo nos amistosos contra Itália, em Genebra, e Rússia, em Londres. Agora, o jogador fica na expectativa por novas chances, inclusive na convocação da terça-feira, referente ao jogo contra a Bolívia, no dia 6 de abril, em Santa Cruz de La Sierra.

"Foi um grande passo na minha carreira ter sido lembrado pelas partidas que fiz pelo São Paulo. Isso fez com que o Felipão me chamasse para a seleção. Claro que tinha vontade também de jogar lá, mas não deu, faz parte do futebol e vou continuar trabalhando no clube para ser lembrado. Foi muito bom ter convivido com grandes astros do futebol", completou.