Tamanho do texto

Técnico do Palmeiras deve contar com o retorno de seus principais jogadores apenas para o duelo pela Libertadores, contra o Tigre, na próxima terça

O técnico Gilson Kleina não recebeu as aguardadas boas notícias do departamento médico nesta terça-feira, na Academia de Futebol. Nenhum dos sete jogadores lesionados está liberado e, com isso, o treinador optou por repetir a escalação utilizada na rodada passada para encarar o Mirassol, nesta quarta, no estádio José Maria de Campos Maia.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Gilson Kleina, técnico do Palmeiras
Gazeta Press
Gilson Kleina, técnico do Palmeiras

O comandante tinha a expectativa de receber o retorno, pelo menos, do zagueiro Vilson, mas o atleta ainda não se livrou totalmente do problema na coxa direita. Assim, a dupla de defesa segue com André Luiz e Mauricio Ramos, protegida por quatro volantes no meio-campo.

Em um treino de bolas paradas na manhã desta terça, Kleina escalou os titulares com Fernando Prass; Weldinho, Mauricio Ramos, André Luiz e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Léo Gago e Wesley; Leandro e Caio.

Sem jogar neste meio de semana, Vilson deve ser liberado para o confronto de sábado, contra o Linense. No entanto, o jogador está suspenso para a partida diante do Tigre, na terça-feira, pela Copa Libertadores da América.

A expectativa no Palmeiras é de que Henrique (com lesão na coxa direita) e Kleber (tendinite no joelho direito) consigam se recuperar a tempo do jogo contra o clube argentino, que pode decidir a sorte do Verdão no torneio continental.

O volante Souza está praticamente recuperado do desconforto no joelho esquerdo e já voltou a correr no gramado, ainda separado do elenco, pois está sendo preparado justamente para o duelo com o Tigre.

Já o zagueiro Leandro Amaro (problema no joelho esquerdo), o meia Valdivia (lesão na coxa esquerda) e o atacante Maikon Leite (dores no tornozelo direito) dificilmente encaram o time argentino na próxima semana.