Tamanho do texto

Comitê disciplinas da Conmebol suspendeu o atacante por quatro jogos por sua expulsão contra o Arsenal

Luis Fabiano reclama com o árbitro Wilmer Román e é expulso após a partida contra o Arsenal de Sarandi
Marcelo Ferrelli/ Gazeta Press
Luis Fabiano reclama com o árbitro Wilmer Román e é expulso após a partida contra o Arsenal de Sarandi

O atacante Luís Fabiano foi punido por quatro partidas e uma multa de US$ 5 mil em razão de sua expulsão contra o Arsenal de Sarandi, no dia 7 de março. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira pelo comitê disciplinar da Conmebol. Com isso, Luís Fabiano só poderia reforçar o São Paulo no jogo de volta das oitavas de final da Libertadores, caso o São Paulo se classifique.

Foi justa a punição a Luís Fabiano? Deixe seu recado

Como já cumpriu uma partida de suspensão, diante do próprio Arsenal, na Argentina, Luís Fabiano estaria suspenso por mais três jogos na Libertadores. Após o término do duelo realizado no Pacaembu, no dia 7 de março, Luis Fabiano se dirigiu ao árbitro Wilmer Román e discutiu asperamente no gramado. A atitude do jogador levou o juiz a aplicar o cartão vermelho mesmo com o jogo encerrado. Além disso, as ofensas foram relatadas na súmula e encaminhadas posteriormente para o Tribunal de Disciplina da Conmebol.

Veja também: São Paulo ensaia manter Jadson e Ganso no time titular contra o Bragantino

O São Paulo ainda tem uma oportunidade de tentar diminuir o prejuízo, pois terá sete dias para entrar com um recurso no comitê de apelações da Conmebol.

Leia também: Com “sombra” de Lúcio, titulares da zaga querem agarrar chance no São Paulo

Caso o clube não tenha sucesso no recurso, o técnico são-paulino Ney Franco poderá optar por uma dupla de ataque formada por Osvaldo e Aloísio na Libertadores. A medida faria com que Jadson e Paulo Henrique Ganso permanecessem no meio-campo e minimizaria a ausência de um centroavante de origem.

* Com informações da Gazeta Esportiva