Tamanho do texto

Resultado interrompe arrancada por classificação, mas time de Lins permanece no G-8

O gramado encharcado no estádio Gilberto Siqueira Lopes não impediu que Linense e Penapolense criassem boas oportunidades nesta quarta-feira, mas as equipes não conseguiram sair do empate. Enquanto o time de Penápolis acertou a trave logo no início do jogo, os mandantes perderam pelo menos três grandes chances.

O zagueiro Gualberto deu um alerta acertando a trave em cobrança de escanteio aos nove minutos antes de abrir o placar para o Penapolense já aos 21 minutos do segundo tempo em novo corner.

Já o Linense perdeu oportunidades incríveis no final do primeiro tempo e no início do segundo com Fábio Lopes e Lenilson, mas só conseguiu o empate aos 38 minutos da etapa final, com o lateral esquerdo Tarracha acertando uma bela cobrança de falta.

Assim, o Linense chega aos 21 pontos e garante a permanência na zona de classificação do Campeonato Paulista. O Penapolense, por outro lado, perde oportunidade de se aproximar dos oito primeiro colocados e fica na décima posição com 17 pontos.

O jogo
A forte chuva que encharcou o gramado dificultou o desenvolvimento da partida, mas o Penapolense tentou superar a dificuldade imposta pelo campo para sair na frente. Os visitantes começaram melhor e quase marcaram aos nove minutos com cabeçada de Gualberto após cobrança de escanteio, mas a bola bateu na trave.

Depois disso, o Linense neutralizou a pressão inicial e equilibrou a partida, chegando à primeira chance aos 16 minutos, quando Leandro Brasília arriscou forte chute de fora da área e viu a bola passar por cima do gol de Marcelo.

A água no gramado prejudicava a qualidade do futebol e causava muitos erros no meio-campo, inibindo lances de destaque até os 28 minutos, quando Guaru assustou a torcida da casa com um chute rasteiro da esquerda da área bem defendido por Leandro Santos.

O final do primeiro tempo, no entanto, contrastou com a tônica morna da etapa inicial. O time mandante pressionou nos cinco minutos finais e perdeu chances incríveis aos 40 minutos, com Fábio Lopes driblando o goleiro e chutando por cima do gol com a meta vazia, e aos 42, com Lenílson recebendo cruzamento livre de marcação e batendo muito alto na pequena.

O Linense manteve o bom futebol no início do segundo tempo e, logo no primeiro lance, contou com um chute de Fábio Lopes da entrada da área raspando a trave direita de Marcelo. Aos oito minutos, o atacante voltou a perder grande chance ao finalizar na saída do goleiro e mandar para fora.

O Penapolense resistiu à pressão mandante e, aos 21, puniu o desperdício de oportunidades do adversário. O zagueiro Gualberto, que já havia acertado a trave, teve melhor sorte em nova cobrança de escanteio e balançou as redes aproveitando sobra de bola na área.

O empate veio já no final do jogo, aos 38 minutos, com o lateral esquerdo Tarracha cobrando falta com perfeição no ângulo esquerdo de Marcelo. Fernando quase repetiu o feito para o Penapolense aos 42 minutos, mas Leandro impediu. Rodrigo Biro ainda perdeu mais uma boa oportunidade para os visitantes aos 44 minutos após cobrança de escanteio.