Tamanho do texto

Compromissos comerciais com o Santos e patrocinadores preocupam treinador, que promete dar tranquilidade para o atacante se concentrar apenas no futebol

Neymar tenta provar seu papel de protagonista na seleção brasileira
Mowa Press
Neymar tenta provar seu papel de protagonista na seleção brasileira

O técnico Luiz Felipe Scolari elogiou a atuação de Neymar contra a Itália , nesta quinta-feira, em Genebra. Mesmo passando em branco em mais um confronto contra uma uma grande seleção, o santista deu um passe para gol e conseguiu levar algum perigo à defesa rival. Para o treinador, a melhora de desempenho do atacante na seleção depende de uma proteção maior, mantendo o atleta afastado do que vem de fora, diferente da sua rotina no Santos.

Brasil cede empate à Itália e mantém jejum de vitórias contra grandes rivais

"A vida no Santos, a vida que ele segue não muda. Fiz uma pequena colocação a ele que na seleção ele vai ser muito menos exposto que no clube. Ele tem diversos compromissos (fora de campo) e aqui não vai precisar se procupar com isso. Acho que ele entendeu que vai ter uma proteção maior aqui e vai estar mais resguardado aqui do que no clube, por conta desta série de compromissos", disse Felipão em entrevista coletiva após o empate por 2 a 2 na Suíça.

"Ele é muito centrado, muito equilibrado. Quer ajudar a seleção e falamos uma coisa ou outra de fora de campo, investimentos, o que precisa para ter no futuro, coisas assim que muitas vezes não é do normal do técnico, mas que por ter pouco tempo junto vou tentando ajudar", disse Felipão. 

Neymar poderá mostrar sua evolução na seleção na segunda-feira, contra a Rússia, em Londres. Depois, dia 6 de abril, a equipe fará amistoso contra a Bolívia, em Santa Cruz de la Sierra, em partida com apenas jogadores que atuam em clubes brasileiros.