Tamanho do texto

Zagueiro treinou entre os reservas, um dia antes do duelo contra o São Bernardo, pelo Paulistão, enquanto o meia foi escalado por Ney Franco ao lado de Jadson

Lúcio chegou a pedir desculpas a Ney Franco nesta terça-feira, mas acabou barrado pelo treinador
Djalma Vassão/Gazeta Press
Lúcio chegou a pedir desculpas a Ney Franco nesta terça-feira, mas acabou barrado pelo treinador


Uma nova formação foi ensaiada pelo técnico Ney Franco na tarde desta terça-feira, véspera da partida contra o São Bernardo. Horas depois de o São Paulo divulgar pedido de desculpas de Lúcio ao treinador , o zagueiro treinou entre os reservas, como adversário de Paulo Henrique Ganso, que volta ao time titular.

Ney Franco fez bem ao barrar Lúcio do time titular? Opine

A formação completa inicialmente no treino desta terça-feira à tarde, no CT da Barra Funda, foi Rogério Ceni; Rodrigo Caio, Rafael Toloi, Edson Silva e Carleto; Denilson, Maicon, Jadson e Ganso; Wallyson e Luis Fabiano.

"Houve uma reuniao da CT com jogadores e diretores de futebol para referendar a fala do treinador. Não houve nenhum questionamento da diretoria com relação à hierarquia. O treinador é que tem que tomar as decisões relativas ao elenco", disse João Paulo de Jesus Lopes, vice-presidente do São Paulo.

Veja também: Desobediência de jogador contribuiu com a última queda de Ney Franco

Metido em polêmica com Ney Franco ao reclamar de substituição na quinta-feira passada, na derrota de 2 a 1 para o Arsenal de Sarandi , pela Libertadores, Lúcio em tese retornaria ao time diante do São Bernardo após cumprir suspensão no fim de semana. Quando o treino desta tarde foi aberto, no entanto, a surpresa: Edson Silva tomou-lhe a posição. Em relação à equipe que derrotou o Oeste, porém, a única mudança é Ganso no lugar de Ademilson.

Ganso também externou descontentamento depois de ter sido sacado no clássico contra o Palmeiras. Não houve pedido público de desculpa do meia, mas sua atitude foi considerada menos desrespeitosa do que a de Lúcio, que chegou a condicionar a derrota para o Arsenal à sua saída.

Leia também: Lúcio tenta minimizar polêmica e pede desculpas a Ney Franco

Os desfalques no time principal são o lateral esquerdo Cortez (dores no joelho direito), o volante Wellington (suspenso pelo terceiro cartão amarelo) e o atacante Osvaldo (que está na seleção brasileira). Os zagueiros Rhodolfo e Paulo Miranda estão entregues à preparação física.

Com 26 pontos ganhos, o São Paulo, líder do Campeonato Paulista, visita o São Bernardo às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, no ABC paulista.

* Com informações da Gazeta Esportiva