Tamanho do texto

Em nota oficial, clube paulista diz que pai do garoto assassinado por torcedor corintiano recusou "ajuda humanitária" oferecida pela diretoria

Kevin Espada, torcedor do San José morto por um artefato explosivo atirado por torcedor corintiano
Reprodução/Facebook
Kevin Espada, torcedor do San José morto por um artefato explosivo atirado por torcedor corintiano

O Corinthians informou por meio de seu site oficial que os pais de Kevin Beltrán Espada recusaram "ajuda humanitária" do clube. Em nota, o Corinthians anunciou que esteve com Limpert Beltrán, pai do garoto assassinado por um torcedor corintiano em 20 de fevereiro, mas que ele não aceitou a ajuda do clube paulista. 

Deixe seu comentário para esta notícia

Entre as ajudas oferecidas pelo Corinthians estava parte da renda da partida que a equipe fará contra o San Jose em 10 de abril, no Pacaembu, pela Libertadores.  Segundo o Corinthians, o encontro com o pai de Kevin foi intermediado pelo vice-cônsul do Brasil em Cochabamba, Vitorino Barros da Silva.

Leia a nota oficial do Corinthians:

Nos últimos dois dias (17 e 18 de março), a direção do Sport Club Corinthians Paulista entrou em contato com a família de Kevin Beltrán Espada. Por respeito à memória do menino e à dor dos parentes, o clube solicitou ao Vice-Consulado do Brasil em Cochabamba, na Bolívia, para que fizesse o convite formal aos pais do jovem. Após quatro tentativas, o Corinthians recebeu uma resposta positiva para que a conversa fosse realizada.

Nos dois contatos feitos entre a direção do Corinthians e o pai de Kevin, Sr. Limbert Beltrán, o clube reforçou o luto e o pesar pelo precoce falecimento do torcedor, no último dia 20 de fevereiro, em Oruro (BOL).

Mesmo sabendo que nenhuma ação vai desfazer o triste episódio e acabar com a dor da família, o Corinthians também ofereceu uma ajuda humanitária, que foi recusada pelos parentes de Kevin Beltrán Espada. Em ambos os contatos, houve participação do vice-cônsul do Brasil em Cochabamba, Vitorino Barros da Silva.

O Sport Club Corinthians Paulista respeita a decisão da família de Kevin e reforça o seu sentimento de tristeza pelo precoce falecimento do torcedor.