Tamanho do texto

Atacante já recebeu três cartões vermelhos e nunca marcou gols em dez jogos contra times da Argentina defendendo equipe do Morumbi

Luis Fabiano reclama com árbitro e é expulso após a partida
Marcelo Ferrelli/ Gazeta Press
Luis Fabiano reclama com árbitro e é expulso após a partida

Luis Fabiano é o sexto maior artilheiro da história do São Paulo. Mas, quando o adversário é um time argentino, o atacante nem de longe corresponde às expectativas. Além de nunca ter feito gols, a expulsão após a partida contra o Arsenal de Sarandí foi a terceira do camisa 9 em dez jogos contra equipes do país vizinho.

Você acha que a expulsão de Luis Fabiano diante do Arsenal foi justa? Comente

Antes do duelo da última quarta-feira, válido pela terceira rodada da Copa Libertadores, Luís Fabiano já havia sido expulso no primeiro confronto da final da Copa Sul-Americana do ano passado diante do Tigre. Na ocasião, ele sequer foi advertido pela diretoria são-paulina.

Mais distante, em 2003, o atacante se envolveu em batalha campal contra atletas do River Plate na semifinal da Sul-Americana. Diante da confusão, afirmou que preferia ajudar seus companheiros na briga a participar da decisão por pênaltis – o São Paulo foi eliminado justamente nesta disputa.

Além dos cartões vermelhos, Luis Fabiano acumula um jejum de gols contra argentinos atuando pelo clube do Morumbi. Incluindo os já citados, o camisa 9 já disputou dez jogos e nunca marcou contra os “hermanos”.

Em 2004, foram duas partidas contra o Rosario Central pela Libertadores. Em 2001, foram quatro compromissos contra Velez Sarsfield e Talleres válidos pela extinta Copa Mercosul.

Pela seleção brasileira, porém, o retrospecto é mais positivo. Em 2009, em duelo pelas Eliminatórias da Copa 2010, o atacante marcou dois gols na vitória por 3 a 1 sobre a Argentina em plena Buenos Aires.