Tamanho do texto

Menino de 14 anos estava na arquibancada e morreu após ser atingido por um sinalizador. Nove torcedores do Corinthians foram detidos por causa da tragédia

Tite comanda Corinthians no empate com o San Jose na estreia na Libertadores
AP
Tite comanda Corinthians no empate com o San Jose na estreia na Libertadores

O técnico Tite se emocionou durante a entrevista coletiva após o empate por 1 a 1 com o San Jose , na quarta-feira, em Oruro. Com a voz embargada, não falou do jogo. O motivo foi a morte de um torcedor de apenas 14 anos , atingido, segundo a polícia boliviana, por um sinalizador atirado do setor onde estavam torcedores corintianos no Estádio Jesús Bermúdez.

O que achou da estreia do Corinthians na Libertadores? Comente

"Não se vence a qualquer custo. O esporte tem outro sentido. Desculpem-me. Sei que o que vou dizer não vai tirar a dor de ninguém. Estamos muito sentidos. Eu trocaria o meu título mundial pela vida do menino", disse Tite, emocionado e com lágrimas nos olhos.

Leia também: Edu Gaspar chora e lembra morte de irmã após tragédia em Oruro

Segundo a polícia local, 12 torcedores do Corinthians foram detidos por causa da tragédia. Dirigentes do clube foram hostilizados por torcedores do San José e precisaram se recolher no vestiário antes do final do jogo. Os brasileiros ouviram gritos de "assassino" depois do apito final em Oruro.

Tite não queria nem sequer dar entrevistas depois da partida. "Sei da minha responsabilidade de estar aqui. É preciso ser muito forte espiritualmente para falar neste momento", declarou o treinador.