Tamanho do texto

Goleiro do Corinthians saiu mal do gol na virada parcial do Palmeiras no clássico de domingo

Cássio nos vestiários do Pacaembu antes do jogo entre Corinthians e Palmeiras
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Cássio nos vestiários do Pacaembu antes do jogo entre Corinthians e Palmeiras

O goleiro Cássio deixou o Pacaembu sorridente e tranquilo neste domingo. Concedeu autógrafos para uma fila de torcedores que o aguardava na saída do vestiário e não se recusou a dar entrevistas. A falha no segundo gol do Palmeiras, no clássico que terminou empatado por 2 a 2, realmente não parecia ter abalado o melhor jogador do último Mundial de Clubes.

"Errei. Saí mal do gol no lance. Acabei tocando na bola, mas não com força suficiente para tirar do jogador ( Vinicius ) do Palmeiras, que estava acompanhando a jogada. Acontece. Estou sossegado. Todo o mundo está sujeito a falhar. Não é o fim do mundo", minimizou Cássio.

O Derby deste fim de semana foi o primeiro jogo do goleiro do Corinthians em 2013. Com dores no ombro esquerdo, ele vinha sendo substituído pelo prata da casa Danilo Fernandes nas rodadas anteriores do Campeonato Paulista. "Estou voltando agora", lembrou, apegando-se à inatividade. "Fiquei um longo tempo sem jogar e acabei errando. Ao menos não perdemos."

Não foi apenas o gol de empate marcado pelo atacante Romarinho que deixou Cássio contente no Pacaembu. "O ponto positivo foi que consegui jogar sem dor nenhuma. Fui exigido do meu lado dolorido, e não houve nada. Agradeço aos médicos e aos fisioterapeutas do Corinthians por isso. O problema está controlado. Dá para jogar tranquilamente", sorriu.

Para o técnico Tite, Cássio só recuperará a sua melhor forma com a sequência de partidas. A próxima do goleiro será contra o boliviano San José, fora de casa, a primeira do Corinthians na Copa Libertadores da América deste ano.