Tamanho do texto

Depois de derrota preocupante contra o Penapolense, time venceu bem o São Bernardo e agora tenta manter a reação

O Palmeiras tentará às 19h30 (de Brasília) deste domingo algo que não acontece no clube desde 20 de outubro: alcançar duas vitórias seguidas. O adversário será o XV de Piracicaba, pela quinta rodada do Campeonato Paulista, e pode servir como uma ajuda para a paz ser implantada definitivamente.

Valdivia comemora com Vinicius gol do Palmeiras contra o São Bernardo
Gazeta Press
Valdivia comemora com Vinicius gol do Palmeiras contra o São Bernardo

A última vez que o time venceu dois jogos em sequência ocorreu em 20 de outubro, quando bateu o Cruzeiro por 2 a 0 em Araraquara, logo após derrotar o Bahia. Do triunfo sobre os mineiros até este domingo, serão 106 dias. Neste período, o time foi rebaixado no Campeonato Brasileiro, mais de 20 jogadores deixaram o elenco e até o presidente mudou, com a substituição de Arnaldo Tirone por Paulo Nobre.

A realidade, agora, é de pressão também sobre Gilson Kleina, que há quatro meses ainda iniciava seu trabalho no Verdão. Ciente de sua situação, o técnico se animou com os 3 a 0 impostos sobre o São Bernardo, lanterna do Estadual, no Pacaembu, e precisa somar três pontos neste fim de semana em Piracicaba.

"A vitória neste início de trabalho é importante, passa confiança a todos. Se nada acontecer, como problema de lesão, vou manter equipe para dar padrão", avisou o treinador, que deve apostar mais uma vez no 4-3-3 com Valdivia na armação e Maikon Leite, Vinicius e Barcos no ataque.Um ambiente mais tranquilo também passa pela manutenção do chefe, que no fim de semana passado começou a ser contestado com mais veemência após perder do Penapolense de virada, com um a mais durante quase todo o segundo tempo, no Pacaembu.

"Claro que o resultado negativo afeta. Vamos fazer de tudo para que a equipe vença. Sabemos da cobrança. Mas fico tranquilo e agradeço a quem torce por nós. Neste início de reconstrução, temos que encarar tudo, e não vou fugir da minha parcela", apontou Kleina.

Do outro lado, o XV de Piracicaba tenta encaixar uma sequência mais regular. O time vem de duas derrotas consecutivas, para Mogi Mirim e Penapolense, e neste domingo o técnico Sérgio Guedes terá que lidar com uma série de desfalques. Adilson Goiano está fora por ter sido expulso em Penápolis e Fabiano, Anderson Lessa e Vinicius Bovi, todos em recuperação de lesão, são dúvidas.

FICHA TÉCNICA -  XV DE PIRACICABA X PALMEIRAS

Local: estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba (SP)
Data: 3 de fevereiro de 2012, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Robério Pereira Pires (SP)
Assistentes: Marco Antonio de Andrade Motta Junior e Humberto Lellis Talarico Leite (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Alessandro Darcie e Ilbert Estevam da Silva (ambos de SP)

XV DE PIRACICABA: Bruno Fuso; Lorran, Luis Eduardo, Pedro Paulo (Cesinha) e Janílson; Jairo, Diego Silva (Adriano Ferreira), Danilo Sacramento e Diguinho; Paulinho e Marcelo Régis
Técnico: Sérgio Guedes

PALMEIRAS: Fernando Prass; Ayrton, Henrique, Mauricio Ramos e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Valdivia; Maikon Leite, Barcos e Vinicius
Técnico: Gilson Kleina