Tamanho do texto

Peça fundamental na vitória do São Paulo sobre o Vasco por 2 a 0, goleiro tem vínculo com o clube até 31 de dezembro

Rogério Ceni, goleiro do São Paulo
Gazeta Press
Rogério Ceni, goleiro do São Paulo

Uma das peças fundamentais para o São Paulo na vitória por 2 a 0 sobre o Vasco nesta quarta-feira, o goleiro Rogério Ceni teve atuação elogiada pelo técnico Ney Franco. As boas defesas levaram o comandante da equipe do Morumbi a pedir a renovação do contrato do camisa 1. O vínculo atual vence no dia 31 de dezembro.

"Eu renovaria o contrato hoje", disse o técnico Ney Franco, ao fim da partida. "Depois que voltou de contusão, sentiu um pouco, mas fez três grandes defesas no segundo tempo que, embora a gente tenha dominado o jogo todo, poderiam ter mudado o resultado", completou.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Aos 39 anos, Rogério tem dito que o que vai pautar sua decisão de estender ou não o vínculo será sua condição física e técnica até lá. Pela mostra apresentada nesta quarta-feira, quando defendeu chutes difíceis principalmente de Juninho Pernambucano, a torcida poderia se animar.

Leia também: Ney Franco destaca "quinto bom jogo seguido" do São Paulo

"Ele sentiu um pouco quando voltou de lesão, qualquer jogador sente. Mas está bem. É um líder e está com a cabeça envolvida no clube. Assim como a gente, está buscando essa vaga na Copa Libertadores", declarou Ney Franco.

Segundo o goleiro, no entanto, a classificação para a próxima edição da Libertadores não seria definitiva para postergar a aposentadoria. De qualquer forma, o São Paulo agora está a apenas um ponto do G-4. Muito por sua causa.

E mais:  Por G-4, São Paulo quer duas vitórias em casa contra times ameaçados

"O Rogério pegou demais. Sou fã dele, pela pessoa que é, a história que tem", elogiou o atacante Osvaldo, autor do segundo gol do jogo, depois de Luis Fabiano ter aberto o placar.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.