Tamanho do texto

Lateral do Chelsea reclamou da punição por racismo ao zagueiro John Terry e foi repreendido pelo órgão máximo do futebol inglês

EFE

O zagueiro John Terry tenta cumprimentar Anton Ferdinand, do QPR depois de acusação
Getty Images
O zagueiro John Terry tenta cumprimentar Anton Ferdinand, do QPR depois de acusação

A Federação Inglesa (FA) acusou o lateral do Chelsea, Ashley Cole, de "má conduta" por ter criticado a entidade através de sua conta no Twitter após a punição contra seu companheiro John Terry por comportamento racista.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Na semana passada a comissão da FA que investigou os insultos de Terry ao jogador do QPR, Anton Ferdinand, em setembro, escutou a versão de Cole, favorável a seu companheiro, apesar de ter questionado suas afirmações no relatório final sobre o caso.

Leia mais: Terry alega "posição insustentável" e anuncia aposentadoria da seleção inglesa

"Bem feito, FA, eu mentia, verdade?", publicou Cole em seu Twitter, seguido de um insulto, em uma mensagem que apagou logo depois de sua conta na rede social. No entanto, a entidade informou hoje que "Ashley Cole foi denunciado pela FA por um comentário de Twitter que foi indevido e desprestigiou o esporte". A Federação deu a Cole prazo até quinta-feira para responder à acusação.

Cole estava perto dos dois jogadores quando aconteceu o incidente em setembro e apoiou os argumentos da defesa de Terry, segundo a qual o jogador do Chelsea não fez mais que repetir palavras que seu rival tinha pronunciado antes, uma versão que a Federação descartou. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas