Tamanho do texto

Basílio ainda acha que o Sheik pode se consagrar ainda mais no Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão

Basílio será lembrado para sempre como o autor do gol do título do Corinthians no Campeonato Paulista de 1977. Acostumado a falar sobre o lance diariamente, cada vez que encontra um torcedor do clube nas ruas, o Pé de Anjo acredita que Emerson Sheik passará pela mesma experiência depois dos dois gols que marcou na final da Copa Libertadores da América.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Nesta segunda-feira, Basílio foi homenageado no CT do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Nesta segunda-feira, Basílio foi homenageado no CT do Corinthians

"Ele vai ser bombardeado por perguntas e por convites para comparecer a eventos, vai fazer parte daquilo que fez. Será sempre chamado para relatar toda a agonia que foi a Libertadores. Podem ter certeza de que ele vai ser o próximo Basílio", ponderou.

O ex-jogador do Alvinegro foi homenageado nesta segunda-feira pelo gol que marcou para acabar com o jejum de títulos do clube em 1977, mostrando que será sempre saudado pelo chute para as redes. Já Emerson vazou duas vezes a defesa do Boca Juniors, no duelo do dia 4 de julho passado.

Leia mais:  Marcelinho, Ademir e outros atletas não conseguem se eleger. Veja lista

"Com certeza, não vai fugir disso. Estamos vivendo agora a expectativa pelo Mundial, mas ele vai ficar na história. Daqui a dez anos, ele estará sendo convidado para festas, para contar como foi o que viveu na Libertadores. O reconhecimento é muito grande", avaliou.

Basílio ainda acha que o Sheik pode se consagrar ainda mais no Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão. "Acho que o gol do título vai ser dele, mas fico na torcida pelos renegados Paulinho e Ralf", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas