Tamanho do texto

Equipe gaúcha saiu atrás no placar e, após pressão, virou a partida contra os mineiros

A postura dedicada em campo foi a marca do Grêmio na vitória sobre o Cruzeiro, neste sábado, no Olímpico. Depois de sair perdendo no primeiro tempo para a equipe mineira, o time gaúcho virou. Para o atacante Kleber, o resultado poderia ter sido conquistado de forma menos dramática se a equipe não cometesse tantos erros no começo do jogo.

O JOGO:  Na base da pressão, Grêmio vira sobre o Cruzeiro no Olímpico

"A gente começou muito bem, pressionando o Cruzeiro. A gente estava bem, criando oportunidades, mas a bola não estava entrando e o Fábio estava bem na partida. Aí tomamos um gol em erro nosso de marcação. Temos que cuidar isso, para não ficar essa loucura para buscar a virada depois", criticou o Gladiador.

Segundo o camisa 30, o segundo tempo mostrou que o Grêmio tem postura para chegar longe neste final de temporada, e citou o discurso motivador do auxiliar Émerson na volta para o segundo tempo.

"Hoje mostramos que o Grêmio tem um time de homens, como nos disse o Émerson no intervalo. A gente sabia que tinha que ter colhões, e hoje nós mostramos que temos. Estamos focados e temos objetivos", afirmou o Gladiador.

Embora nove pontos atrás do Fluminense, Kléber ainda acredita que o Grêmio mantém chances de ser campeão brasileiro. O que não seria possível se a equipe não vencesse o Cruzeiro: "não dá mais para errar. Contra o Santos nós deixamos escapar dois pontos, e hoje não podíamos, se não íamos dar adeus ao título", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.