Tamanho do texto

Volante do Santos acredita que preocupação com a defesa foi a causa do empate em 1 a 1 contra o time gaúcho

Arouca não gostou de ver o time recuado
Divulgação
Arouca não gostou de ver o time recuado

Após abrir o placar no primeiro tempo, o Santos permitiu ao Internacional reagir na etapa complementar, estabelecendo o empate em 1 a 1 no confronto do último sábado, na Vila Belmiro. O volante Arouca lamentou o fato de a equipe não ter conquistado a vitória, mesmo jogando dentro de casa, principalmente depois de dominar o time gaúcho durante praticamente toda a primeira etapa, criando boas chances de gol para ampliar o marcador.

Leia também:  Muricy elogia Bernardo e promete sequência como titular ao meia

"Jogamos bem no primeiro tempo, mas demos uma recuada após o intervalo. Nós assistimos o Inter jogar no segundo tempo. Por isso, sofremos o gol e depois tentamos, mas não conseguimos sair com a vitória", analisou o meio-campista.

Concorda com Arouca? Deixe sua opinião nos comentários!

Arouca admitiu que os santistas sentiram o cansaço na etapa complementar. Além do volante, o técnico Muricy Ramalho revelou que Henrique, que retornava ao time alvinegro após dois meses afastado, em virtude de uma lesão no púbis, assim como Felipe Anderson, Bernardo e André, também pediram para deixar o jogo.

E ainda:  Muricy vê empate justo e reconhece cansaço santista no segundo tempo

No entanto, Arouca suportou os minutos finais da partida e ainda deu uma arrancada no último lance do duelo, em oportunidade que foi desperdiçada por João Pedro. O meia-atacante isolou uma bola que sobrou na entrada da área da equipe gaúcha, antes do apito final do árbitro.

"Aquele foi o pique do limite. Eu já tinha pedido ao Muricy para sair antes, pois estava muito cansado. Mas no fim ainda fiz aquela jogada. Dei uma boa arrancada, só que infelizmente o gol não saiu", concluiu.

Após o empate com o Internacional, o Santos recebeu folga neste domingo, por conta das eleições municipais por todo o país, e apenas se reapresenta na tarde desta segunda-feira, no CT Rei Pelé. O próximo desafio do Peixe no Brasileirão é contra o Botafogo, quarta, a partir das 19h30 (horário de Brasília), no Engenhão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.