Tamanho do texto

Treinador do Botafogo diz que meia holandês está arrependido por ter se irritado com falta de empenho de alguns companheiros no treino

Seedorf, meia do Botafogo
Futura Press
Seedorf, meia do Botafogo

O futebol ficou em segundo plano no treino do Botafogo da quinta-feira quando Seedorf, irritado com a falta de empenho de alguns companheiros durante a atividade , jogou um copo de água no chão. Menos de 24 horas depois de o assunto ter repercutido, o técnico Oswaldo de Oliveira veio a público defender o holandês, afirmando que a atitude do jogador não passou de um reflexo de sua liderança dentro do grupo.

Seedorf fez certo em reclamar com a defesa do Botafogo? Comente

"O Seedorf é inteligente, educado e, acima de tudo, obediente. Estou tendo muito prazer em trabalhar com ele. Apenas não está habituado com a repercussão que o assunto tomou. Posso adiantar que ele está arrependido. Reconheceu que se excedeu. Vai procurar se controlar", disse Oswaldo, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

"Ele colocou ênfase nas palavras, pediu aos companheiros. Eles têm o direito de discutir. Uma pessoa que está com 160 batimentos cardíacos nunca vai usar palavras moderadas. Mas essa é uma situação que estimulo. Nem interfiro, acho saudável, importante. Só não permito caso exista desrespeito. Mas essa exaltação faz parte do futebol", continuou.

E mais:  Leia ainda: Oswaldo faz cobrança à 'zaga frouxa' do Botafogo

Neste sábado, com Seedorf, o Botafogo enfrenta o Fluminense no Engenhão, às 18h30 (de Brasília). O time é o sétimo colocado, com 40 pontos, enquanto o rival das Laranjeiras lidera a competição, com 59 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.