Tamanho do texto

Para reforçar a marcação do São Paulo, Ney Franco confirmou a escalação do volante Wellington no clássico deste sábado

Ney Franco elogiou Kleina
Futura Press
Ney Franco elogiou Kleina

Além de Rhodolfo, que está suspenso e vai dar lugar para Edson Silva entre os titulares, e Luis Fabiano, de volta de lesão, o São Paulo terá apenas mais uma surpresa para enfrentar o Palmeiras neste sábado, às 16 horas (de Brasília), pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Escalado para formar um meio-campo mais "pegador", Wellington está confirmado por Ney Franco.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Elogioso em relação a Gilson Kleina, que detém 100% de aproveitamento em três partidas à frente do Palmeiras, o comandante são-paulino garante que só tirou Maicon para a entrada de Wellington em função da evolução do rival, que luta para deixar a zona de rebaixamento diante de um adversário que almeja vaga na Libertadores de 2013.

"Essa mudança está relacionada com o posicionamento do Palmeiras em campo, porque nos três últimos jogos mudou a forma de jogar, com uma marcação forte no meio-campo e sem deixar adversário sair jogando. Para esse jogo em específico optei pelo Wellington, que pode até acabar ficando com a vaga", garantiu Ney Franco, que renega o discurso palmeirense de favoritismo no confronto.

Leia mais:  Ganso evolui no tratamento e faz Ney Franco descartar até Alex

Mesmo reconhecendo a evolução do Palmeiras, Ney Franco sabe que a estratégia de Gilson Kleina fica mais enfraquecida sem contar com Maikon Leite e Thiago Heleno, ambos lesionados, e que desfalcam o adversário no Choque-Rei. Apesar disso, os perigos de Mazinho e Obina, que disputam a vaga, são enaltecidos pelo treinador.

"Sei que tem a dúvida entre o Mazinho, com as mesmas características do Maikon Leite, ou se muda com outro jogador de área, que é o Obina, com quem eu tive oportunidade de trabalhar no Flamengo. Eles tem jogadores que em bom momento, como o Juninho, outro que não aparece muito, mas taticamente chega muito bem ao ataque e recompõe rápido, que é o Márcio Araújo, além do Henrique nessa nova função. Nos preparamos muito bem para essa partida e respeitamos o Palmeiras pela tradição", concluiu Ney Franco, direto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.