Tamanho do texto

Volante afirma que a equipe deve agora se moldar às características de Bernardo e Felipe Anderson para encontrar nova maneira de jogar

Henrique, volante do Santos
Gazeta Press
Henrique, volante do Santos

O volante Henrique entrou em campo pela última vez no dia 5 de agosto, quando o Santos perdeu por 3 a 0 para o Náutico nos Aflitos. Naquela época, Ganso ainda fazia parte do clube. Agora, prestes a voltar a atuar, Henrique lamenta a transferência do meia para o São Paulo, mas diz que a saída do ex-companheiro já foi superada pelo grupo.

O Santos vai sentir falta de Ganso? Deixe seu comentário

"A gente não contava com ele sempre, devido às lesões que vinham o acompanhando nos últimos tempos. O Ganso passou por muitos problemas de contusão. Claro que ele vai fazer falta, mas temos um grande elenco, com um potencial muito bom. Perdemos um craque, mas temos que seguir em frente. É vida que segue", disse.

Veja a classificação do Campeonato Brasileiro

Henrique reconhece que não há um outro jogador no elenco santista com as mesmas características de Ganso. No entanto, destacou: "O que precisamos fazer é apoiar os nossos jogadores que estão aqui e não lamentar a saída dele. Isso não vai adiantar nada, pois já aconteceu. O Ganso é passado, não vai mais correr para a gente ou dar passes para gols pelo Santos", declarou.

E mais: Após dois meses, Henrique comemora retorno: "Ficar fora não é fácil"

O volante acredita que a equipe santista agora precisa se moldar às características, principalmente, de Bernardo e Felipe Anderson para encontrar uma nova maneira de jogar e minimizar a saída de Ganso.

"O Felipe Anderson e o Bernardo têm tudo para nos ajudar. Temos que saber lidar com isso, seguir sem o Ganso, dando apoio total para o Felipe Anderson e o Bernardo. Os dois têm qualidade e, com confiança, vão desenvolver um futebol ainda melhor", finalizou Henrique.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.