Tamanho do texto

Segundo o comandante do Atlético-MG, a hora é de focar no Figueirense, adversário deste sábado, no Independência

Cuca está preocupado com má fase do Atlético-MG
Divulgação
Cuca está preocupado com má fase do Atlético-MG

Vice-líder do Campeonato Brasileiro com 53 pontos, o Atlético-MG precisa tirar uma diferença de seis pontos do Fluminense para voltar a liderar a competição. O técnico Cuca tem evitado fazer contas e prefere projetar sempre jogo a jogo, sem pensar muito nos resultados do rival carioca. Segundo o comandante do Atlético-MG, a hora é de focar no Figueirense, adversário deste sábado, no Independência.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Não adianta falar em números hoje. O momento é de jogar jogo a jogo. Nosso pensamento é vencer no sábado . E depois jogar contra o Internacional, quarta. Não adianta pensar no montante, se esse montante não está acontecendo. É jogo a jogo", afirmou.

Leia mais:  Bernard admite desejo de jogar na Europa, mas garante foco no Atlético-MG

Depois de um mês de setembro, que Cuca já havia planejado uma queda de rendimento do Galo, o treinador espera que outubro comece com vitórias para o Atlético-MG. O treinador, porém, projeta dificuldades para que o time alvinegro cumpra os objetivos do mês. Segundo ele, o duelo contra os catarinenses já promete ser difícil para os atleticanos.

Veja também:  Jô pede que atletas experientes chamem a responsabilidade

"Vai ser jogo difícil. O Figueirense tem a luta dele e vamos ter que nos aplicar muito no campo de jogo para vencer. E vamos precisar muito da compreensão do nosso torcedor, que, sem dúvida, é nosso maior reforço", disse Cuca, que não terá os volantes Pierre e Leandro Donizete e o zagueiro Leonardo Silva para a partida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.