Tamanho do texto

Goleiro-artilheiro repete, em cerimônia sobre modernização do estádio, que esta pode ser sua última temporada. 'Não jogarei no Morumbi com arquibancada coberta'

Rogério Ceni e seu provável sucessor, Denis
Vipcomm
Rogério Ceni e seu provável sucessor, Denis

A realidade, cada vez mais, bate à porta da torcida do São Paulo . Afinal, o maior ídolo da história recente do clube envelheceu para o futebol. Rogério Ceni faz 40 anos no próximo mês de janeiro e volta a carregar no discurso sobre sua despedida dos gramados.

O que dizer a Rogério Ceni? Deixe seu comentário e troque recados com outros torcedores

O contrato atual do goleiro-artilheiro termina no final desta temporada. E são cada vez menores as chances de renovação. Isso ficou claro nesta terça-feira, durante cerimônia na qual o São Paulo recebeu o alvará da Prefeitura para instalar a tão sonhada cobertura na arquibancada do Morumbi.

"Infelizmente, não vai dar para jogar até a cobertura ficar pronta. Mas uma coisa eu garanto: assistirei a muitos jogos com o Morumbi já coberto", disse o camisa 1. Ao ser questionado se, ao menos, tentaria ganhar mais uma Copa Libertadores, o Rogério Ceni desanimou. "É difícil. Torço para que o São Paulo ganhe muitas, mas, nas próximas, provavelmente estarei como torcedor."

Leia ainda: Ceni completa 22 anos de São Paulo sem motivo para festa

Ainda sobre a cobertura: "Dará um conforto maior para o torcedor, em dias chuvosos pode ter púbico maior. Morei no estádio durante quatro anos no início da década de 1990 e fico feliz de poder ver a modernização de hoje, com esse projeto de espaço para shows", acrescentou o capitão, referindo-se à arena com capacidade para 25 mil lugares que será construída em local sem acesso ao gramado.

Ceni tem dito há algum tempo que pode se aposentar mesmo se a equipe se classificar para a próxima edição do torneio continental, do qual foi campeão duas vezes. "Pode ser minha última temporada, e isso independe de vaga na Libertadores ou não", repetiu novamente, no evento realizado nesta terça-feira.

Veja também: Ceni diz que Sul-Americana é única chance de título em 2012

São dois os caminhos possíveis para o São Paulo voltar a disputar a competição continental: pelo G-4 do Campeonato Brasileiro ou através do título da Copa Sul-americana, o qual soa muito mais atraente para o elenco tricolor.

"Todo título tem que ser mais valorizado. Nunca ganhei essa competição, que é secundária no nosso continente, e teria um sabor muito especial", reconheceu Ceni, sem descartar o Brasileiro. "Temos que lutar nas duas frentes com inteligência. Em não vindo o título sul-americano, a vaga pelo Brasileiro também será comemorada".

O próximo compromisso será pela competição nacional, em que ocupa o quinto lugar, quatro pontos abaixo do G-4. O rival será o Palmeiras, no sábado, no ainda descoberto Morumbi.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas