Tamanho do texto

Escolha entre Pato, do Milan; Hulk, do Zenit-RUS; Leandro Damião, do Inter; Luis Fabiano, do São Paulo; Fred, do Fluminense; e Vagner Love, do Flamengo

Neymar é uma das poucas unanimidades da seleção brasileira atualmente. O artilheiro da era Mano Menezes, porém, ainda não sabe quem é seu parceiro de ataque. O treinador já fez todos os testes possíveis, sem definir o dono da camisa 9. O iG , então, convoca o internauta para ajudar Mano a eleger o centroavante ideal para o Brasil.

Internauta quer Diego Cavalieri e Cássio no gol da seleção brasileira

Dos seis candidatos pré-selecionados pelo iG , cinco já foram testados por Mano: Alexandre Pato, do Milan-ITA, Fred, do Fluminense, Hulk, do Zenit-RUS, Leandro Damião, do Internacional, e Luis Fabiano, do São Paulo. O outro, ídolo da maior torcida do País, ainda espera uma chance. E faz por merecê-la. É Vagner Love, do Flamengo. Vote na home do iG.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Alexandre Pato (Milan-ITA)

O atacante tem uma das ascensões mais meteóricas da história do futebol. Estreou como profissional no Inter em novembro de 2006 e marcou o primeiro gol menos de um minuto depois, em jogo contra o Palmeiras. Um ano depois já estava no Milan, onde sofre com as lesões até hoje, mas continua sendo uma das esperanças da torcida e da diretoria.

A partir de 2008, foi presença constante nas convocações de Dunga, mas acabou ficando fora da lista final para a Copa do Mundo de 2010. Com Mano, voltou a ser um dos atacantes mais convocados. É um dos poucos jogadores a participar das Olimpíadas de Pequim e de Londres.

Artilheiro isolado do Brasileiro, Fred tem sido decisivo na campanha do Fluminense na competição
Photocamera
Artilheiro isolado do Brasileiro, Fred tem sido decisivo na campanha do Fluminense na competição


Fred (Fluminense)

Começou a carreira no América-MG em 2003 e rapidamente se transferiu para o Cruzeiro, onde ganhou reconhecimento nacional. Defendeu o Lyon, da França, de 2005 a 2009, quando foi para o Fluminense, onde é dos ídolos da torcida, com quase cem gols marcados pelo time.

Foi convocado pela primeira vez para a seleção no final de 2005 e, em poucos meses, garantiu passagem para a Copa da Alemanha, quando foi reserva de Ronaldo e Adriano e chegou a marcar um gol contra a Austrália. Chegou a ser chamado por Dunga para a Copa América 2007, mas ficou fora do Mundial da África do Sul, em 2010.

Hulk (Zenit-RUS)

Teve rápida passagem pelas categorias de base do São Paulo em 2002, mas se profissionalizou no Vitória, de onde saiu para o futebol japonês. Lá, passou por três clubes até ser transferido para o Porto, onde finalmente ganhou destaque internacional nos últimos anos. Na transferência mais cara da última janela, trocou o time português pelo Zenit, da Rússia.

Na seleção, teve uma chance com Dunga em 2009, ao ser convocado para os amistosos contra Inglaterra e Omã, mas não foi lembrado para ir à África do Sul. Com Mano Menezes, sua presença virou coisa frequente, sendo chamado inclusive como um dos três veteranos para as Olimpíadas de Londres.

Leandro Damião (Internacional)

Como Pato, foi revelado pelo Internacional. Mas, ao contrário do companheiro, continua no clube gaúcho mais de dois anos depois de se profissionalizar. É considerado um dos principais atacantes do Campeonato Brasileiro e frequentemente assediado por clubes europeus. Dificilmente continuará jogando no País até o Mundial.

Convocado por Mano Menezes pela primeira vez em março de 2011, aparece nas listas do treinador quase sempre que tem boas condições físicas. Apesar disso, perdeu a vaga na Copa América do ano passado para Fred. Neste ano, jogou as Olimpíadas, foi titular na maioria dos jogos e terminou como artilheiro da competição, com seis gols.

Luis Fabiano (São Paulo)

Começou na Ponte Preta em 97, passou pelo Rennes-FRA em 2001 e virou ídolo do São Paulo na sua primeira passagem pelo clube, entre 2001 e 2004. Depois disso, defendeu o Porto e o Sevilla, antes de voltar ao clube paulista no ano passado e tornar-se um dos principais jogadores do time.

Pela seleção, estreou em amistoso contra a Nigéria em 2003, marcando dois gols. Não foi para a Copa de 2006, mas nos anos seguintes tornou-se o principal atacante da era Dunga. Foi artilheiro da Copa das Confederações em 2009 e titular absoluto na Copa de 2010. De volta à boa fase no São Paulo em 2012, foi convocado para o Superclássico das Américas contra a Argentina, em lista apenas com jogadores que estão no Brasil.

Vagner Love (Flamengo)

Revelado no Palmeiras, foi o principal jogador do clube na campanha do título da Série B em 2003. Entre 2004 e 2009 defendeu o CSKA, da Rússia, antes de voltar por empréstimo para o time paulista e, depois, se transferir para o Flamengo, onde está agora em definitivo.

No ciclo da última Copa do Mundo, foi chamado com frequência por Dunga em seu primeiro ano à frente do time e chegou a ser titular na Copa América de 2007, quando o Brasil foi campeão. Depois disso, perdeu espaço e não foi mais lembrado. Não foi chamado nenhuma vez por Mano.

Vágner Love ainda não foi convocado por Mano Menezes desde que o treinador assumiu a seleção brasileira
Vipcomm
Vágner Love ainda não foi convocado por Mano Menezes desde que o treinador assumiu a seleção brasileira


Enquete inovadora

A plataforma de enquete é baseada no conceito real time, que promove uma interação completa e em tempo real entre todos os usuários do portal. O leitor pode participar e conferir de que forma todos os outros usuários estão votando simultaneamente. Assim, é possível acompanhar os resultados e medir as mudanças de humor dos internautas em relação aos principais temas do Brasil e do mundo.

A tecnologia, criada pela IBT, empresa que pertence à Brztech, da qual faz parte o grupo português Ongoing, reduz o tempo entre a ação do usuário e a visualização, eliminando os atrasos decorrentes da atualização de páginas e de publicação. O grupo Ongoing é controlador do portal iG .

Em agosto, o internauta do iG usou a ferramenta para escolher Felipão como técnico ideal para comandar a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2014. Muricy Ramalho ficou na segunda posição, com Tite em terceiro lugar.

Depois, no mês de setembro, a enquete em tempo real do iG deu ao são-paulino Lucas o título de melhor jogador do Campeonato Brasileiro , cujo primeiro turno havia acabado recentemente. O segundo mais votado foi Ronaldinho Gaúcho, do Atlético-MG.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas