Tamanho do texto

Técnico do time mineiro aproveita a semana sem partidas do Brasileirão para armar a sua equipe para o duelo diante do São Paulo

Os jogadores do Cruzeiro se reapresentaram nesta terça-feira, após o empate contra o Vasco, na rodada passada, e realizaram uma atividade física. Para o técnico Celso Roth, a semana sem jogos, depois de três semanas consecutivas com jogos aos domingos e quartas-feiras, será voltada para o descanso e treinamentos para armar o time que enfrentar o São Paulo.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Roth quer reforços de qualidade no Cruzeiro
Vipcomm
Roth quer reforços de qualidade no Cruzeiro

"Ótimo (a semana de treinos), não só para o Cruzeiro, mas para todos os clubes. Finalmente, porque a sequência foi muito pesada. Vamos ver se aproveitamos bem a semana, temos um clássico, mais um jogo complicado, difícil. Nos jogos que consideramos teoricamente mais tranquilos, foram difíceis, tivemos problemas. Vamos ver se vamos nos dar bem nos clássicos", comentou.

Leia mais:  Martinuccio deve assinar contrato com o Cruzeiro nesta semana

Roth terá que lidar com desfalques na equipe. Os volantes Leandro Guerreiro e Everton estão suspensos. "Não tenho o Everton e o Leandro Guerreiro por cartão. Tenho a volta do Borges. O Willian está fora, o Sandro (Silva) está fora, Ceará é dúvida, Tinga é dúvida. Então, temos aí, como sempre tivemos, desde o início do campeonato, vários problemas. Vamos administrar bem a semana para ver se a gente chega na quinta ou sexta-feira com alguma definição", declarou.

Questionado sobre escassez de jogadores, principalmente para as laterais, Celso Roth deixou claro que vem conversando com a diretoria, mas garantiu que o clube não vai trazer nomes de peso para reforçar o elenco. Sem boas peças em disponibilidade no mercado, o comandante da Raposa já cogita usar os atletas bases, como é o caso do lateral-direito Mayke, que chegou a ser relacionado para enfrentar o Vasco.

"Nós estamos conversando sobre jogadores há muito tempo. Só que não iremos fazer nenhuma loucura para contratar. É melhor apostar no que nós temos. Se aparecer alguma coisa, dentro dos parâmetros, é óbvio que não deixaremos de fazer. Se é para apostar é melhor apostar no que é da gente. Por isso trouxemos o Mayke e o Vinícius para treinar com o profissional", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.