Tamanho do texto

Atacante, que acredita ter sido expulso injustamente, referiu-se à medidas prometidas pelo presidente da CBF José Maria Marin

Tite e Emerson foram expulsos juntos do gramado
Futura Press
Tite e Emerson foram expulsos juntos do gramado

O atacante Emerson foi expulso pelo árbitro Péricles Bassols na vitória por 1 a 0 do Corinthians sobre o Atlético-MG, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador explicou que já estava jogando com medo de receber cartão vermelho e ironizou as mudanças promovidas pela CBF nos quadros de arbitragem.

Leia também:  Tite evita críticas a árbitro, mas reclama de pênalti sobre Emerson

"Meus sentimentos ficam mais ou menos assim: no momento em que sofri o pênalti e não caí, fiquei com medo de ele me expulsar. Como um jogador pode jogar desta maneira, com medo de ser expulso? Acreditamos na CBF, vai mudar, sim...", sorriu o atacante, em entrevista à TV Gazeta .

O Corinthians foi prejudicado? Deixe seu comentário!

Logo no início do confronto, Emerson recebeu seu primeiro cartão amarelo, por reclamação, já que negou ter cometido falta sobre Bernard. Quando o placar estava favorável ao Timão, no segundo tempo, o Sheik aproveitou erro na saída de bola adversária e encarou a marcação de Réver, quando foi tocado na área, mas não caiu, com receio de o árbitro considerar simulação.

Confira ainda:  Corinthians derrota Atlético-MG, que perde a chance de disparar

Porém, o atacante não durou por muito mais tempo em campo. aos 31, Emerson foi expulso ao tocar a mão na bola. Indignado, o atleta ganhou o apoio de Tite, que reclamou bastante e também foi excluído.

Péricles Bassols recebeu críticas dos dois lados neste domingo, pois do Atlético também contestou o desempenho. Os problemas acontecem justamente em um período de transição da arbitragem. Recentemente, o presidente da CBF, José Maria Marin, anunciou a saída de Sérgio Correa do comando da comissão nacional, colocando Aristeu Leonardo Tavares no lugar.

"Vitória dá moral"
Apesar da reclamação contra a arbitragem, os corintianos saíram satisfeitos do Pacaembu. A vitória sobre o Atlético-MG encheu o elenco do Corinthians de confiança. Apesar da pressão que sofreu nos minutos finais do confronto deste domingo, o meia Douglas acredita que o time fica com o moral elevado no Campeonato Brasileiro por ter derrotado o primeiro colocado.

"É ótimo vencer o líder, porque dá moral. Agora, temos de descansar, porque quarta-feira tem mais", afirmou o meio-campista, que fez a assistência em cobrança de escanteio para Paulo André marcar de cabeça o único gol da partida.

*com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.