Tamanho do texto

Time paranaense sofreu os dois gols ainda na primeira etapa e ainda cometeu um pênalti, desperdiçado pelo adversário

O Coritiba não conseguiu engrenar sua recuperação no Campeonato Brasileiro e, com a derrota para o Botafogo, por 2 a 0, no Engenhão, voltou a ficar perigosamente perto da zona de rebaixamento, três pontos à frente do Sport Recife, o primeiro na área da degola. O meia Éverton Ribeiro acredita que o time está disperso na primeira etapa e só acordou quando estava em desvantagem no placar.

Leia também:  Botafogo perde pênalti, mas vence Coritiba no Rio e ameniza a pressão

"A gente começa a jogar só depois que toma gol. Jogamos o segundo tempo em cima do Botafogo, eles chegaram poucas vezes. Mas o resultado está aí, 2 a 0. Temos que pegar de lição para os próximos jogos", ponderou o jogador, que lamentou também as falhas nas finalizações. "Faltou acertar os chutes. Chegamos, mas erramos", emendou.

Você concorda com Éverton Ribeiro? Deixe seu comentário!

O meia Lincoln exaltou a reação da equipe após o intervalo, mas alertou para a importância de manter um equilíbrio maior durante os 90 minutos de bola rolando. "No segundo tempo fizemos um grande jogo. Se pegar as estatísticas, tivemos mais posse de bola e oportunidades de gol. Tem que ter atitude. Não pode jogar um primeiro tempo ruim, senão nunca será suficiente", avaliou.

Rondando a zona de rebaixamento, o Coritiba está em alerta total. Para o meia Robinho, a única solução é encaixar uma sequência de vitórias na competição. "Tem que vencer, não tem outro resultado para pensar. Pecamos no primeiro tempo e acabamos perdendo. No segundo tempo mandamos na partida e perdemos muitos gols. Agora é pensar na Portuguesa", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.