Tamanho do texto

Meia voltou a usar o número após a saída de Rafael Moura. Jogador acha que cobrança era injusta

Depois de ter voltado a atuar pelo Fluminense após ser submetido a uma artroscopia no joelho esquerdo, realizada em maio, Thiago Neves não vem conseguindo desempenhar o bom futebol de outros tempos. O atleta admite que ainda não recuperou a sua melhor condição, mas ajudou seu time a bater o Sport por 1 a 0, em Volta Redonda, no sábado, deixando o Flu na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Agora o meia exibe confiança ao dizer que está evoluindo aos poucos e já prevê o retorno dos seus bons momentos.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Meia Thiago Neves voltou a usar a camisa 10 do Fluminense
Photocamera
Meia Thiago Neves voltou a usar a camisa 10 do Fluminense

"Eu me cobro muito mais. Só que a cobrança dos torcedores estava um pouco injusta. A maioria dos torcedores entende que eu estou correndo, estou me esforçando. Agora eu estou começando a melhorar. Estou começando a jogar bem. Meu futebol está começando a melhorar. Nós todos só temos a ganhar", ressaltou o meio-campista, em entrevista coletiva na última terça-feira.

Veja mais: Fred volta aos treinos, e Flu pode ter Wellington Nem e Bruno no clássico

Diante do Sport, Thiago Neves voltou a vestir a camisa 10, com a qual teve sucesso em sua primeira passagem como jogador do Fluminense. Ele vinha usando o número 7, e agora aposta na volta da sua boa fase pelo clube neste Brasileirão.

Leia mais: Lesão de Éder Luis é confirmada e atacante não pega o Fluminense

"Eu estando feliz e voltando a jogar meu velho futebol, poderei ajudar muito o Fluminense. Coisas melhores virão", aposta o atleta, que depois completou: "Sei que preciso estar sempre jogando bem e fazendo gols. Agora falta só um golzinho com a camisa 10 para a torcida ficar feliz outra vez".

E ainda: Fluminense comemora semana livre para treinos e recuperação de lesionados

Com a 10 nas costas, Thiago Neves foi um dos destaques do Fluminense na campanha do vice-campeonato da Copa Libertadores de 2008. E agora garante estar pronto para reassumir a condição de referência da equipe. "Eu sempre tive responsabilidade e todos os jogadores também. Desde quando eu cheguei, sempre foi assim. Eu não vou fugir da minha responsabilidade aqui dentro", prometeu.

Ajude o time do Fluminense a subir no ranking da Torcida Virtual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.