Tamanho do texto

"Quando sair do São Paulo, quero deixar saudades pelo que sou dentro e fora de campo", disse o astro, que já está negociado com o Paris Saint-Germain

Lucas provou que a transferência sacramentada para o Paris Saint-Germain, da França, não prejudicará o seu rendimento no São Paulo . Com ainda mais vontade de ajudar o clube brasileiro nos meses que lhe restam de Morumbi, o meia-atacante teve grande atuação e marcou um belo gol na vitória por 3 a 0 sobre a Ponte Preta , neste sábado, em casa.

Lucas e Ademílson comemoram o segundo do São Paulo na vitória sobre a Ponte Preta
Vipcomm
Lucas e Ademílson comemoram o segundo do São Paulo na vitória sobre a Ponte Preta

"Quando sair do São Paulo, quero deixar saudades pelo que sou dentro e fora de campo. Procurei contagiar o grupo com a minha raça e com o meu amor por jogar futebol", discursou Lucas, que evita pensar no PSG por enquanto. "Ainda é cedo para me despedir. Tenho muito a honrar a camisa do São Paulo. Despedida não é uma palavra boa", rejeitou.

Leia também: São Paulo se recupera e vence a Ponte Preta com gol de Ceni na volta de Lucas

Não foram apenas as saudades do Tricolor que moveram Lucas contra a Ponte Preta. O jogador reconheceu que o período na reserva da Seleção Brasileira durante os Jogos Olímpicos de Londres e no amistoso contra a Suécia também foram preponderantes para a garra apresentada neste fim de semana.

"Tudo influenciou: a minha volta ao São Paulo, o desejo de pisar no Morumbi e honrar essa camisa, a responsabilidade de jogar bem depois de uma negociação e principalmente o tempo que fiquei sem começar uma partida. Entrei em campo com a vontade redobrada. Graças a Deus, deu tudo certo para mim", afirmou.

E ainda:  Para evitar gol, atacante da Ponte admite ter usado braço para cometer pênalti

O técnico Ney Franco, que estava ansioso pelo retorno de Lucas, não esperava outra postura do atleta. "Pelo histórico dele no clube e na Seleção Brasileira de base, sabia que jogaria da mesma forma de sempre mesmo depois da negociação. Ele é um jogador que se entrega. Sua atuação no primeiro tempo foi determinante para a nossa vitória", elogiou.

Veja fotos dos jogos deste sábado do Brasileirão:


De fato, Lucas chamou a atenção com boas jogadas e um bonito gol da entrada da área. "Gol é bola na rede. Não importa se é belo ou feio", sorriu, disposto a continuar em alta até a sua despedida. "Tomara que a gente melhore a cada jogo, entrando no espírito, para subir ainda mais na tabela. Quero continuar focado nos meses que me faltam e ajudar o máximo. Só vou pensar no PSG depois", prometeu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.