Tamanho do texto

Justiça penhorou patrimônio da equipe em R$ 1,2 milhão por dívidas feitas entre 2007 e 2010

Um imprevisto em virtude de dívidas fiscais impediu o Fluminense de realizar o pagamento dos salários do mês de agosto dos atletas profissionais e de todo seu corpo de funcionários. O vencimento ocorreu na quarta-feira e Peter Siemsen, presidente do clube, lamentou o fato de não possuir dinheiro em caixa para efetuar a quitação. Em conversa com o elenco ainda durante a semana, o mandatário promete solução rápida para o problema.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros internautas

Peter Siemsen, presidente do Fluminense
Gazeta Press
Peter Siemsen, presidente do Fluminense

O possível atraso ocorre porque a Justiça Federal penhorou o patrimônio do time das Laranjeiras em R$ 1,2 milhão por dívidas adquiridas entre os anos de 2007 e 2010. O dinheiro, advindo dos direitos de transmissão das redes de TV, foi direcionado para o pagamento da dívida e nem chegou a ficar à disposição de Siemsen para realizar o pagamento aos jogadores do time principal do Flu.

O JOGO:  Ceni falha e Fluminense vence São Paulo com gol do artilheiro Fred

"Pretendo ter essa conversa com os jogadores por conta do imprevisto. Mas é questão de poucos dias, porque estamos trabalhando para resolver o problema o mais rapidamente possível e da mesma forma normalizar a situação", discursou Peter Siemsen, que pode realizar o pagamento até o final da semana.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO COMPLETA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Depois da importante vitória por 2 a 1 sobre o concorrente direto São Paulo , pelo Campeonato Brasileiro , o elenco do Fluminense volta aos trabalhos já nesta sexta e treina no período da tarde nas Laranjeiras. Na manhã do sábado, o grupo repete a rotina para voltar a campo no domingo, 19h30 (horário de Brasília), no estádio do Engenhão. O adversário da 16ª rodada do Campeonato Brasileiro será o Palmeiras .

Ajude o Fluminense a aumentar sua Torcida Virtual do iG Esporte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.