Tamanho do texto

Após derrota para o Vasco, treinador diz que time paulista não se preparou para enfrentar ausência de Neymar, Ganso e Rafael


O técnico Muricy Ramalho sempre adotou discurso cauteloso em relação ao mau momento do Santos no Campeonato Brasileiro , mas após a derrota por 2 a 0 diante do Vasco , neste sábado, disparou contra a diretoria do clube, garantindo que faltou planejamento para repor as perdas e principalmente para substituir à altura os jogadores que representariam a seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres .

Muricy tem razão em reclamar da diretoria? Ou a culpa pela má fase é dele? Opine!

Apesar do tricampeonato paulista conquistado no início do ano do centenário do clube, o Santos sentiu a eliminação nas semifinais da Copa Libertadores contra o rival Corinthians e ainda não conseguiu reagir no Campeonato Brasileiro - com dez pontos, a equipe ocupa o 14º lugar, sem ter vencido nenhuma vez ou sequer marcado um gol fora de casa e conquistado apenas um resultado positivo dentro da Vila Belmiro.  Veja as fotos da 11ª rodada do Brasileirão :

"A gente não pode reclamar do que está acontecendo nesse momento, porque não nos preparamos bem. A Seleção não tem culpa nenhuma, faltou planejamento para nós. Por isso estamos pagando o preço, mas agora é levantar a cabeça, porque você tem o ano todo pela frente. E tem que chegar jogadores, isso agora é pouco para o Santos. Temos que ser frios nesse momento, está complicado cobrar e disputar lá em cima", discursou Muricy, pela primeira vez em crítica aberta ao grupo e à diretoria uma semana após renovar o contrato até o fim de 2013.

VEJA:  “Não estamos representando bem o Santos”, reconhece meia após derrota

Além das lesões de jogadores como Fucile, Bernardo, Rafael Galhardo e David Braz, que foram contratados anteriormente, sem contar Edu Dracena, que rompeu os ligamentos do joelho e só retorna em 2012, o Santos perdeu seus três principais jogadores para a seleção brasileira olímpica: Neymar, Paulo Henrique Ganso e Rafael. Além disso, liberou Elano e Borges e ainda teve que devolver Alan Kardec ao Benfica. Desmontado, o time alvinegro depende de jogadores como Felipe Anderson, Dimba e o recém-contratado Miralles, que ainda não rendeu o esperado.

O JOGO: Vasco vence o Santos com facilidade e segue na cola do Atlético-MG

"Eu já disse que isso é muito pouco para o Santos, precisamos de mais peças, de mais opções. Tem que focar no trabalho e buscar as vitórias. Por enquanto tem que ser com o que a gente tem", encerrou Muricy, que deve ganhar o reforço do atacante argentino "Patito" Rodríguez na próxima quinta, contra o líder Atlético-MG, mas perdeu o suspenso zagueiro Durval.

Ajude o Santos a aumentar sua Torcida Virtual do iG Esporte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.