Tamanho do texto

Luis Fabiano abriu o placar para o São Paulo no começo da partida e Mazinho deixou tudo igual no fim do segundo tempo

O Palmeiras não apresentou qualquer sintoma de ressaca pela conquista do título da Copa do Brasil. Neste domingo, na Arena Barueri, o time do Palestra Itália jogou melhor e empatou com o arquirrival São Paulo , por 1 a 1, mesmo atuando com um jogador a menos desde os oito minutos do segundo tempo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Na partida que marcou a estreia de Ney Franco no comando do São Paulo, o Palmeiras só não foi superior durante os primeiros minutos do jogo, quando Luis Fabiano abriu o placar. Depois, brilhou a estrela de Denis, que fez grande defesas e pegou até um pênalti. Porém, no fim do jogo, o goleiro não evitou o gol de empate de Mazinho.

Apesar do resultado, o time de Luiz Felipe Scolari segue em situação delicada na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Com seis pontos conquistados em nove partidas, o Palmeiras permaneceu na penúltima colocação. Já o São Paulo, com 16 pontos, está em quinto lugar.

Veja a classificação do Campeonato Brasileiro

Agora, na próxima rodada, o São Paulo enfrenta o vice-líder Vasco, quarta-feira, no Morumbi. No dia seguinte, o Palmeiras reencontra o Coritiba, vice campeão da Copa do Brasil, no Couto Pereira.

O jogo

O São Paulo começou mandando no clássico e não demorou para abrir o placar. Aos 12 minutos, Jadson cobrou falta na área, o sistema defensivo do Palmeiras falhou na marcação e Luis Fabiano apareceu livre para tocar no canto do goleiro Bruno.

Depois do gol, o atual campeão da Copa do Brasil equilibrou as ações e quase deixou tudo igual aos 24 minutos. O são-paulino Douglas saiu jogando errado, Betinho ficou com a bola dentro da área e chutou forte para boa defesa de Denis.

No minuto seguinte, após cobrança de escanteio, o zagueiro Leandro Amaro testou firme no canto e o camisa 22 do clube do Morumbi se esticou todo para fazer outra difícil defesa.

Melhor jogador em campo durante o primeiro tempo, Denis precisou trabalhar também aos 42 minutos. O atacante Mazinho soltou a bomba de longa distância e o pupilo de Rogério Ceni foi buscar.

Na etapa final, o Palmeiras voltou com uma formação mais ofensiva. O zagueiro Maurício Ramos, machucado, saiu para a entrada de Maikon Leite. Porém aos oito minutos, o volante Henrique foi expulso.

Quando a torcida são-paulina presente ao estádio ainda comemorava a vantagem numérica, Valdivia arrancou com a bola e sofreu pênalti do estreante Rafael Toloi. Na cobrança do meia chileno, brilhou a estrela do goleiro Denis, que caiu no canto e espalmou a bola.

Mesmo com um jogador a menos, o Palmeiras jogou melhor durante todo o segundo tempo e conseguiu empatar aos 36 minutos. Após cobrança de escanteio, Mazinho escorou e Denis salvou no reflexo. Na sobra, o atacante deixou tudo igual.

No fim do jogo, o São Paulo foi com tudo para cima. O Palmeiras, por pouco, não virou o placar apostando nas jogadas de contra-ataque com Maikon Leite.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 1 SÃO PAULO

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 15 de julho de 2012 (domingo)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (Fifa-RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (Fifa-RJ) e Dibert Pedrosa Moisés(Fifa-RJ)
Cartões amarelos: Henrique, Maikon Leite, Cicinho, João Vitor (Palmeiras); Rafael Toloi, Denilson, Osvaldo (São Paulo)
Cartão vermelho: Henrique (Palmeiras)

Público: 8.374 pagantes
Renda: R$ 301.620,00

Gols: PALMEIRAS: Mazinho, aos 36 minutos do segundo tempo
SÃO PAULO: Luis Fabiano, aos 12 minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Bruno, Artur, Maurício Ramos (Maikon Leite), Leandro Amaro e Juninho; Henrique, Márcio Araújo, João Vitor e Valdivia; Mazinho (Fernandinho) e Betinho (Cicinho)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

SÃO PAULO: Denis; Douglas (Willian José), Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Denilson (Maicon), Casemiro (Rodrigo Caio), Cícero e Jadson; Osvaldo e Luis Fabiano
Técnico: Ney Franco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.