Tamanho do texto

Zagueiro chegou ao Corinthians na Série B e se consagrou com o título da Copa Libertadores

O Corinthians realizou um sonho antigo na noite desta quarta-feira. Após diversas decepções, o time alvinegro conquistou, no Pacaembu lotado, o seu primeiro título da Libertadores . Mas o zagueiro Chicão não está satisfeito. Ele já pensa em dezembro, no Japão, onde vai acontecer o Mundial de clubes da Fifa. Ali, o defensor quer conquistar mais um título pela equipe do Parque São Jorge.

De Cássio a Emerson, conheça os personagens da histórica conquista corintiana

Chicão comemora a conquista da Libertadores
EFE
Chicão comemora a conquista da Libertadores

"Agora tem o Mundial, que eu quero muito disputar. Quero ser campeão mundial" São cinco anos de muitas vitórias e a gente espera conquistar mais ainda", disse Chicão, ainda no gramado do Pacaembu. O zagueiro chegou ao Corinthians, para jogar a Série B. Venceu a segunda divisão, o Paulistão e a Copa do Brasil de 2009, o Brasileirão de 2011 e agora a Libertadores.

Baixe os pôsteres do Corinthians campeão da Libertadores 2012

Praticamente tão ídolos quanto Chicão já são Romarinho e Cássio, dois dos heróis do título. O atacante, pelo gol no jogo de ida, na Bombonera, logo no seu primeiro toque na bola. O goleiro, pela defesa milagrosa num chute de Diego Souza, ainda nas quartas de final, contra o Vasco .

VEJA: Herói do título, Emerson detona o Flu: "Fui desprezado, mas hoje sou campeão"

"Considero que eu tive minha parte de contribuição. Se não fosse esse grupo eu não teria nada. O cara de verdade é o time, que tem jogadores muito experientes, contando com a juventude também", comentou Romarinho, de 21 anos, ainda tímido na festa do título.

MAIS:  Cássio diz que "previu" título quando defendeu chute de Diego Souza

Aos 25 anos, Cássio também começa a fazer o seu nome. "Hoje é o dia mais feliz da minha vida", revelou o goleiro, que sabe da importância da já famosa defesa diante de Diego Souza. "A gente trabalhou muito para conquistar esse título. Tivemos muita humildade. A partir daquela defesa e do gol do Paulinho, ali eu tinha certeza que ninguém ia parar a gente."

Comemora o título do Corinthians na Torcida Virtual do iG Esporte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.