Tamanho do texto

"A torcida não tira a bola do meu pé", afirmou o zagueiro após o empate desta quarta contra o Boca, em La Bombonera

Castán afasta bola de cabeça em disputa contra o atacante Mouche
EFE
Castán afasta bola de cabeça em disputa contra o atacante Mouche

O zagueiro Leandro Castán , um dos principais nomes da defesa do Corinthians na campanha da Libertadores, atuou pela primeira vez na Bombonera no empate desta quarta contra o Boca por 1 a 1 , e afirmou que não sentiu a pressão do famoso caldeirão argentino.

O Corinthians será campeão da Libertadores? Deixe o seu comentário!

"Gosto de jogar assim, com estádio lotado. A torcida não tira a bola do meu pé. É tranquilo", disse Castán , fazendo coro à declaração de Tite antes da partida decisiva.

Leia mais:  Romarinho é herói de novo e Corinthians conquista empate na ida contra o Boca

O jogador do Corinthians , integrante da zaga menos vazada da competição, que tomou apenas quatro gols em treze partidas, vê a torcida no Pacaembu como elemento decisivo para a conquista do título inédito da Libertadores.

Confira ainda:  Romarinho comemora gol no primeiro toque na bola: “Brilhou minha estrela”

"É um resultado bom. Agora é dentro da nossa casa, levamos uma grande vantagem daqui. Uma vitória simples garante o titulo. Agora eles vão conhecer o Pacaembu e a nossa torcida".

Após o empate desta quarta, o Corinthians precisa de uma vitória simples para faturar a Libertadores pela 1ª vez na sua história. O jogo de volta acontece na próxima quarta, a partir das 21h50h (horário de Brasília) e a torcida corintiana deve lotar o Pacaembu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.