Tamanho do texto

Enquanto o time brasileiro ganhou moral com a vitória no clássico contra o Palmeiras, o time de Buenos Aires perdeu o Argentino. Para quem vai sua torcida na Libertadores?

Romarinho marcou dois gols contra o Palmeiras
Futura Press
Romarinho marcou dois gols contra o Palmeiras

Adversários na Copa Libertadores, Corinthians e Boca Juniors viveram emoções diferentes no fim de semana que antecede a primeira partida da final, nesta quarta-feira, na Bombonera. Enquanto o time brasileiro ganhou moral com a vitória no clássico contra o Palmeiras, o time de Buenos Aires não conquistou o Campeonato Argentino.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores


Após perder a liderança na penúltima rodada, o Boca precisava de uma combinação de resultados para faturar o caneco. Com jogadores reservas, o time da Bombonera foi derrotado pelo All Boys e terminou a competição apenas na quarta colocação.

Já o Corinthians, mesmo atuando com o time reserva, conquistou a primeira vitória no Campeonato Brasileiro e deixou a lanterna. De quebra, alguns jogadores mostraram que podem ser boas opções para o técnico Tite.

Leia mais:  Chileno e colombiano apitam finais entre Corinthians e Boca

“Essa vitória nos dá mais moral, motivação e, principalmente, confiança. Quem estiver no banco contra o Boca Juniors poderá entrar e ajudar”, disse o zagueiro Paulo André.

O atacante Romarinho , por exemplo, não sentiu a pressão de disputar o primeiro jogo como titular justamente contra o maior rival e marcou dois golaços. Liedson também é outro atacante que está bem cotado.

Veja também: Reservas do Corinthians vencem titulares do Palmeiras

Após ficar encostado no banco de reservas, o camisa 9 entrou bem no segundo tempo do jogo contra o Santos, pela semifinal da Libertadores, e mostrou serviço contra o Palmeiras. O “Levezinho” correu bastante, deu trabalho para marcação e criou boas chances de gol, como a bicicleta que bateu na trave do goleiro Bruno.

“Esse resultado representa muita coisa. É a nossa primeira vitória no campeonato e dá motivação não só para o grupo em si, mas para a equipe que vem jogando sem entrosamento. É difícil, mas nos superamos, conseguimos jogar, marcar. Estamos de parabéns”, destacou Douglas.

Entre para a torcida virtual do Corinthians:

    Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.