Tamanho do texto

Zagueiro e capitão da equipe, o jogador abriu o placar na Vila Belmiro, mas errou um passe que originou gol do Coritiba

Edu Dracena marcou gol, mas entregou o ouro em seguida
Futura Press
Edu Dracena marcou gol, mas entregou o ouro em seguida

Zagueiro e capitão do Santos, o zagueiro Edu Dracena foi um dos jogadores que analisaram o empate do time com o Coritiba, por 2 a 2, na noite desse domingo, na Vila Belmiro. Mesmo tendo aberto o placar para os santistas, o defensor admitiu que errou a saída de bola que originou o primeiro gol paranaense. Além disso, Dracena reconheceu o momento difícil vivido pelo time, mas acredita na volta por cima da equipe, dentro do Campeonato Brasileiro.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O Santos lutou bastante e procurou a vitória. O que comprometeu o resultado foram duas falhas individuais. No primeiro gol deles, eu tive a infelicidade de errar o passe. Estamos aqui para acertar e errar", afirmou o zagueiro, para depois dar um voto de confiança ao time alvinegro, que ainda se recupera do baque da eliminação nas semifinais da Copa Libertadores da América, diante do Corinthians.

Leia também:  Muricy espera Santos e Neymar diferentes após queda na Libertadores

"Esse grupo já passou por momentos difíceis. É complicado sair de uma Libertadores, perdendo para o maior rival, mas esse elenco é lutador. O importante é que contra o Coritiba todo mundo batalhou, estão todos de parabéns pela garra. Eu acredito na nossa equipe. O nosso grupo vai triunfar", comentou.

Apesar de classificar como normal, Edu Dracena rebateu as vaias de parte da torcida, após o empate com o Coritiba. Para o experiente atleta, o Santos precisa de calma neste momento, para reencontrar o equilíbrio necessário e apresentar o seu melhor futebol dentro de campo.

Confira ainda:  Muricy cobra equilíbrio emocional e prevê resposta rápida do Santos

"As vaias são normais. Precisamos ter tranquilidade agora. Ser eliminado pelo maior rival tem um sabor diferente. A gente queria vencer para tirar essa coisa da eliminação, só que o Coritiba é um adversário qualificado. Procuramos fazer o nosso melhor, o Santos poderia ter saído com um resultado diferente. Mas vamos seguir em frente. Não vai ser neste momento de eliminação, difícil, que vamos colocar tudo para baixo", encerrou.

Com o empate diante do Coxa, o Peixe já acumula sete partidas sem vitória na temporada, incluindo jogos pelo Brasileirão e Libertadores. Na competição nacional, os santistas aparecem na 18° colocação, com apenas quatro pontos e sem nenhum triunfo conquistado até então.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.