Tamanho do texto

Oito jogadores e até membros da comissão técnica ficaram doentes em Arapiraca-AL

Parte da comissão técnica e da equipe do Criciúma sofreu intoxicação alimentar durante a estadia em Arapiraca, no último final de semana. Depois da  vitória por 2 a 1 sobre o ASA-AL , no sábado, pela Série B , oito jogadores e quatro integrantes da comissão técnica passaram mal. A comissão técnica reclama que o Hotel Sol Nascente serviu comida sem higiene para a delegação catarinense após o jogo.

O Criciúma é favorito ao título da Série B? Deixe seu comentário!

"Foi uma situação totalmente atípica. Faltou higiene na comida lá, organizada sem cuidado, e esses atletas passaram mal. Se o time jogasse hoje (quinta-feira), estaria com metade de desfalques", explicou o preparador físico da equipe, Márcio Corrêa, que também teve problemas com a refeição.

VEJA TAMBÉM:  Criciúma vence ASA em Alagoas e assume liderança da Série B

O Hotel Sol Nascente, em Arapiraca-AL
Divulgação
O Hotel Sol Nascente, em Arapiraca-AL

Ozéia, Marlon, Wilian Simões, Elias, Kleber, Giovanni Augusto, André Gava e Lucca foram o jogadores que foram afetados, além do técnico Paulo Comelli, do supervisor Giuliano Bittencourt e do médico Manoel Monteiro. O clube é quem determina os alimentos a serem consumidos.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE B

Agora, o Criciúma precisará de atenção especial para garantir a recuperação dos atletas para a partida de sábado, contra o Ipatinga. Corrêa indicou que muita hidratação deverá ser feita para que os jogadores possam ter condições de jogo

O estabelecimento se defende das acusações por nota oficial, afirmando que jamais recebeu qualquer reclamação sobre os serviços prestados desde que passou a servir aos clubes da Série B em 2011. Além disso, o Hotel Sol Nascente argumenta que dá aos clubes livre acesso a sua cozinha e que o Criciúma não procurou qualquer funcionário antes das refeições ou mesmo após a estadia.

Confira abaixo a nota oficial divulgada pelo Hotel Sol Nascente:

O Hotel Sol Nascente vem a público informar que é com muita surpresa que teve o conhecimento de notícia citando os serviços prestados por esse estabelecimento. Salientando que desde o ano passado vem atendendo os clubes do campeonato Alagoano e do Brasileiro da Série B, e em nenhum momento recebemos notificação ou qualquer observação sobre o nosso atendimento ou qualidade dos alimentos por nós manipulados, principalmente por que os times têm cardápio próprio e todos os alimentos são adquiridos apenas para atender o cardápio e as necessidades dos clubes .

A manipulação é feita o mais próximo dos horários estipulados pelos clubes, que têm livre acesso as nossas instalações,até mesmo na hora do preparo, além disso temos acompanhamento de profissionais especializado: nutricionista e chefe de cozinha.

O hotel através de sua cozinha e restaurante além de atender os nossos hóspedes com café da manhã, almoço e jantar, atende também eventos que ocorrem no Hotel. Lembrando que o clube não nos questionou no momento das refeições ou entrou em contato com o Hotel posteriormente.

O Hotel trabalha de acordo com as boas praticas na fabricaçãoos alimentos, o que garante a qualidade sanitária e se disponibiliza para que os órgãos competentes (como vigilância sanitária e a equipe de saúde do Criciúma Esporte Clube) avaliem tal acusação.


Ajude o Criciúma a aumentar sua torcida virtual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.