Tamanho do texto

Time é o mesmo há várias rodadas e acaba com artimanha do treinador de esconder escalação

Aos poucos, o técnico do Vasco , Cristóvão Borges , vai perdendo uma de suas armas: o mistério. A não ser em caso de contusão, o treinador já não consegue mais esconder a escalação do time. Líder do Brasileirão com 13 pontos e dono da melhor campanha na competição quatro vitórias e um empate -, o time está mais do que na ponta da língua – seja do torcedor ou dos adversários.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

Juninho Pernambucano conversa com Cristóvão Borges antes de descer para sala de musculação
AE
Juninho Pernambucano conversa com Cristóvão Borges antes de descer para sala de musculação

Nesta quarta-feira, o comandante cruzmaltino realizou um treino com bola. Juninho Pernambucano , gripado, foi a única ausência. Ainda assim, o meia, poupado, está confirmado sábado, às 18h30, em São Januário, contra o Cruzeiro . No mais, o time é o mesmo que vem atuando nas últimas rodadas.

Leia mais:  Ao falar sobre invencibilidade, Felipe diz que até Barcelona perde

Felipe foi testado novamente na lateral esquerda. Dedé iniciou o treino entre os titulares, e Fellipe Bastos substituiu o Reizinho. Mas o time que trabalhou taticamente nesta quarta e que entra em campo conta os mineiros na sexta rodada do campeonato terá Fernando Prass; Fágner, Dedé, Rodolfo e Felipe; Rômulo, Nilton, Juninho Pernambucano e Diego Souza; Eder Luis e Alecsandro.

Veja também:  Vasco negocia com Carlos Leite mais direitos sobre Fágner

Mas, por pouco, o treinador não ganha uma dúvida no ataque. No fim da atividade, Eder Luis se chocou com Eduardo Costa e saiu queixando-se de dores. No início, suspeitou-se de torção no tornozelo esquerdo. O atacante, por sua vez, foi avaliado pelos médicos e não corre perigo se desfalcar a equipe diante do Cruzeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.