Tamanho do texto

Ex-atacante dirigia por estrada quando se chocou com caminhão e está hospitalizado

Um dos maiores "vilões" da história do futebol brasileiro, o uruguaio Alcides Ghiggia, autor do gol que deu o título da Copa do Mundo de 1950 ao Uruguai contra o Brasil em pleno Maracanã, está internado em estado grave. O ex-atacante, de 85 anos, se envolveu em um acidente de carro em uma estrada de seu país e está hospitalizado, segundo informações do jornal "El Observador".

Deixe sua mensagem de apoio para Ghiggia nos comentários

A polícia rodoviária informou que Ghiggia dirigia seu carro pela Rota nº 5, no Uruguai, quando bateu em um caminhão que não respeitou o sinal de "Pare" em cruzamento. O ex-jogador machucou várias partes do corpo e teve que ser internado às pressas. Duas pessoas que estavam no carro também sofreram ferimentos.

Ghiggia em evento comemorativo no Uruguai em 2010, quando completou 84 anos
Getty Images
Ghiggia em evento comemorativo no Uruguai em 2010, quando completou 84 anos

Ídolo do Peñarol, da Roma e principalmente do Uruguai, Ghiggia também atuou por Milan e Danubio-URU durante a carreira, além da seleção italiana, já que tinha dupla nacionalidade. Seu maior feito como jogador foi o gol em cima do goleiro Barbosa, que selou a vitória celeste por 2 a 1 em cima do Brasil no Maracanã lotado por cerca de 200 mil torcedores. O episódio é conhecido desde então como "Maracanazo". Sua frase mais famosa é: "Só três pessoas calaram o Maracanã lotado com apenas um gesto: Frank Sinatra, Papa João Paulo II e eu".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.