Tamanho do texto

Jogadores e o treinador Leão creem em desvantagem por pausa em meio a boa fase da equipe do Morumbi

A pausa de dez dias do Campeonato Brasileiro é vista como a possibilidade de descansar os atletas e treinar a parte tática. Mas, apesar de reconhecer os benefícios, o São Paulo se preocupa com a possibilidade de os jogadores voltarem sem a 'pegada' adequada às vésperas das semifinais da Copa do Brasil contra o Coritiba.

Interrupção do Campeonato Brasileiro não agradou ao São Paulo
AE
Interrupção do Campeonato Brasileiro não agradou ao São Paulo

Os próprios atletas admitem que o período longe dos gramados é prejudicial para a equipe. "A ansiedade sempre existe, afinal estamos perto de um objetivo e aí você fica um período sem jogar. Precisamos pensar primeiro no Inter e no Santos", diz Cícero.

Leia mais:  Próximo dos 100 jogos, Fernandinho agradece confiança do São Paulo

Antes de decidir seu futuro no torneio mata-mata, o São Paulo terá dois jogos complicados pela frente no Brasileirão. A expectativa é de que os confrontos com colorados e santistas consigam devolver ao time o espírito de jogo antes da decisão. "Acho bom ter esses dois jogos antes da semifinal, são adversários fortes, bons de se enfrentar e acredito que vão ajudar na preparação da equipe".

O técnico Emerson Leão é outro que não gostou da paralisação. O treinador é adepto da teoria de que uma equipe se forma durante as partidas e acha que o São Paulo foi prejudicado. "É bom para recuperar os atletas, mas para uma equipe que vinha com a nossa rotina de vitórias e no nosso ritmo, não é bom".

Em 2010, o São Paulo despontava como favorito ao título da Libertadores antes das semifinais contra o Inter. O calendário parou para a realização da Copa do Mundo e, no retorno, o que se viu foi um time perdido e que acabou eliminado por um adversário que vinha em crise.

Os atletas têm um exemplo do passado para evitar repetir os erro. Mas no que depender de Leão, ninguém vai sentir a falta de ritmo. "Prefiro ver meus atletas em campo. Teremos a volta do Lucas, do Casemiro e do Bruno Uvini (contra o Coritiba), e isso aumentará as nossas opções".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.