Tamanho do texto

Atual campeã europeia, seleção de Vicente Del Bosque enfrenta a China neste sábado, na cidade espanhola de Sevilha

A seleção espanhola fará neste domingo seu último teste de preparação para a disputa da Eurocopa contra a China, em Sevilha, quando reencontrará um velho conhecido: José Antonio Camacho, técnico da equipe entre 1998 e 2002.

Veja também: Contra o Equador, Messi busca encerrar temporada com chave de ouro

Após muitos testes em 10 dias de trabalho - incluindo o período de concentração na Áustria -, que teve direito a duas vitórias em amistosos contra Sérvia (2 a 0) e Coreia do Sul (4 a 1), é provável que Vicente del Bosque já comece esboçar o time principal.

A partida será disputada no Estádio Olímpico de La Cartuja, onde a seleção nacional já atuou três vezes, a última há 12 anos, quando perdeu para a Holanda, por 2 a 1, na estreia de Xavi com a camisa da 'Fúria'.

E mais:  Sergio Ramos nega desentendimento com Piqué

Curiosamente, em todas as vezes que o time jogo7u no estádio, o técnico era José Antonio Camacho. Depois de manter jogadores jovens como De Gea, Domínguez, Beñat, Adrián, Javi García e Isco, todos descartados da lista definitiva, agora é a vez dos medalhões campeões europeus e mundiais voltarem ao time, apesar dos jogadores de Barcelona e Athletic ainda ficarem fora do time titular.

Essa é a última atividade dos espanhois antes da viagem para Gdansk, na Polônia, onde a equipe estreia no domingo, dia 10, contra a Itália, pelo grupo C da Eurocopa. A principal dúvida para a partida ainda é no comando de ataque, onde Fernando Torres, Fernando Llorente e Álvaro Negredo, disputam a posição de titular. Nos dois primeiros amistosos, os "Fernandos" atuaram e cada um marcou um gol.

É provável que a partida contra a China marque a chance de Negredo. O desfaque espanhol para o jogo será Cesc Fabregas, que apresenta problemas musculares e ainda é dúvida para a partida contra os italianos. Seus companheiros de Barcelona e os jogadores do Athletic Bilbao, apesar de não começarem a partida, devem ser utilizados ao longo do jogo.

Já a China, tenta reestruturar seu futebol, depois da eliminação na terceira fase das Eliminatórias asiáticas para a Copa do Mundo de 2014. Há um ano no cargo, José Antonio Camacho tenta montar uma equipe para voltar a brilhar no continente, como em 2002, quando disputou vaga no Mundial da Coreia e Japão.

Prováveis escalações:

Espanha: Casillas; Arbeloa, Sergio Ramos, Albiol e Jordi Alba; Xabi Alonso, Cazorla, Jesús Navas, Silva e Mata; e Negredo. Técnico: Vicente del Bosque.

China: Zeng Cheng; Liu Jian, Zhang Lin Peng, Feng Xiao Ting e Sun Xiang; Zhao Xu Ri, Zheng Zhi, Liu Jian Ye e Hao Jun Min; Yu Da Bao e Yu Hai. Técnico: José Antonio Camacho.

Árbitro: Bas Nijhuis (Holanda).

    Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.