Tamanho do texto

Time catalão resolveu no 1º tempo e levou a melhor sobre os bascos na "final separatista"

Jogadores do Barcelona comemoram a conquista da Copa do Rei. Time venceu o torneio pela 27ª vez
EFE
Jogadores do Barcelona comemoram a conquista da Copa do Rei. Time venceu o torneio pela 27ª vez
O Barcelona é campeão da Copa do Rei. Na despedida do técnico Josep Guardiola, que havia anunciado sua saída do time após a eliminação na Liga dos Campeões para o Chelsea , a equipe catalã venceu o Athletic Bilbao por 3 a 0 em uma "final separatista" (já que tanto bascos quanto catalães lutam há anos pela independência da Espanha) e ficou com a taça pela 27ª vez na história. Foi a quinta vez que o time azul-grená ganhou o torneio em cima do clube alvirrubro, que, por sua vez, não conquista um título de expressão desde 1984. Nesta temporada, bateu na trave, ao perder também a decisão da Liga Europa para o Atlético de Madri .

ADEUS: Guardiola avisa que espera ser seduzido para acertar com novo clube

Messi marcou pela 78ª vez na temporada
EFE
Messi marcou pela 78ª vez na temporada
Quem resolveu a parada no estádio Vicente Calderón, na capital espanhola, foi o atacante Pedro . Ele perdeu boa parte da temporada por lesões, mas voltou a mostrar que tem "estrela" em decisões e marcou o 1º e o 3º gols do Barça. Quem fez o 2º foi o argentino Lionel Messi , que chegou a 78 tentos na temporada e bateu o histórico recorde de Pelé .

CRAQUE: Messi supera recorde de Pelé e marca 78 gols na temporada

A Copa do Rei foi o 18º título de Guardiola à frente do time azul-grená. Ele ainda ganhou duas Ligas dos Campeões (2008/09 e 2010/11), três Campeonatos Espanhóis (2008/09, 2009/10 e 2010/11), mais uma Copa do Rei (2008/09), três Supercopas da Espanha (2009, 2010 e 2011), duas Supercopas da Europa (2009 e 2011) e dois Mundiais de Clubes (2009 e 2011), entre outros.

SÁBIAS PALAVRAS: Pep Guardiola vira fenômeno pop com frases de efeito e livros

Na próxima temporada, o comandante do Barcelona será Tito Vilanova , ex-auxiliar que conta com a confiança total de Guardiola: "Tito vai sair-se bem. Foi a pessoa que me ajudou a ser o treinador que sou durante os últimos cinco anos, e foi decisivo em tudo o que conseguimos conquistar", disse o agora ex-técnica do Barça. A estreia de Vilanova será em uma "fogueira": a Supercopa da Espanha (disputada entre os campeões do Espanhol e da Copa do Rei), contra o rival Real Madrid , na partida que abre a temporada 2012/13 para os catalães.

O jogo
O Barcelona não deixou o Athletic respirar por um segundo desde o início da partida. Após perder duas chances claras logo nos primeiros lances, o time azul-grená abriu o placar aos 3min: após falha de Javi Martínez, o jovem Pedro ficou cara a cara com Iraizoz e não perdoou, fazendo o primeiro dos catalães. A pressão era demais, e o time basco se defendia como podia dos endiabrados Messi, Xavi e Iniesta. Aos 15min, Iraizoz executou um verdadeiro milagre em chute do argentino, mas não pode fazer nada cinco minutos depois, quando Iniesta enfiou e Messi saiu na cara do gol para ampliar.

Sem conseguir esboçar qualquer reação, o Athletic Bilbao ainda viu sua meta ser vazada pela terceira vez aos 25min, quando Pedro saiu novamente na cara de Iraizoz e fuzilou para resolver a partida ainda na primeira etapa de jogo. O clube basco só conseguiu ameaçar os catalães após sofrer o terceiro gol, com Susaeta batendo de fora da área para boa defesa de Pinto. Pouco depois, Llorente foi puxado por Piqué na área, mas o árbitro David Fernández Borbalán não marcou o pênalti. Sem forçar, o Barça apenas conduziu a partida para o intervalo com 3 a 0 no placar.

CONHEÇA: Novo técnico do Barça superou tumor e levou dedada no olho de Mourinho

Pedro foi o herói da final, com dois gols
EFE
Pedro foi o herói da final, com dois gols
Na volta dos vestiários, o Athletic Bilbao tentou ensaiar uma reação, mas o chute de Ibai Gómez, aos 6min, saiu por cima do gol. As ameaças, porém, pararam por aí. Tocando a bola de um lado para o outro, o Barcelna mais uma vez tomou conta do jogo e impediu qualquer tipo de ameaça do adversário. Sem forçar em busca de mais gols, a equipe de Josep Guardiola só foi chegar aos 16min, quando Messi bateu cruzado para boa intervenção de Iraizoz.

O Barcelona terá sucesso sem Guardiola? Deixe seu comentário!

O clube basco ainda perdeu sua melhor chance na partida com Aurtenetxe. O lateral recebeu cruzamento açucarado de Ander Herrera, mas, completamente livre, cabeceou para fora. O lance enterrou qualquer esperança do Athletic de ao menos empatar, ainda mais pelo histórico da competição: nunca um time recuperou uma desvantagem de 3 a 0 em uma final de Copa do Rei. Jogando tranquilo e no embalo da torcida que encheu o estádio Vicente Calderón, em Madri, o Barcelona apenas controlou o duelo e esperou o apito final para dar uma despedida digna a Josep Guardiola com a taça da competição.

FICHA TÉCNICA - Athletic Club 0 x 3 Barcelona
Copa do Rei 2011/12 - final
Local : estádio Vicente Calderón em Madri-ESP
Data : 25 de meio de 2012, sexta-feira
Horário : 17h (horário de Brasília)
Árbitro : David Fernández Borbalán (ESP)
Assistentes : Raúl Cabañero Martinez e Jesús Calvo Guadamuro (ambos ESP)
Cartões amarelos : Iraola (ATH); Xavi e Iniesta (BAR)

GOLS
BARCELONA: Pedro, aos 3 e aos 24, e Messi, aos 20 minutos do primeiro tempo

ATHLETIC : Iraizoz; Iraola, Ekiza, Amorebieta e Aurtenetxe; Javi Martínez, De Marcos (Iñigo Pérez), Susaeta (Ander Herrera) e Ibai Gómez; Muniain e Llorente (Toquero) Técnico : Marcelo Bielsa

BARCELONA : Pinto; Montoya, Mascherano, Piqué e Adriano; Busquets, Iniesta e Xavi (Fábregas); Alexis Sánchez (Keita), Pedro (Thiago Alcântara) e Messi Técnico : Josep Guardiola