Tamanho do texto

Time alvirrubro venceu fora de casa e colocou uma mão na taça do Troféu do Interior

AE
Gata do Paulistão foi ao jogo, mas deu azar
A noite de sábado foi agitada em Bragança Paulista. Começando pelo pontapé inicial da Musa do Paulistão, Lorena Bueri, e passando pela paralisação de mais de dez minutos por uma lesão na cabeça do goleiro Anderson, Bragantino e Mogi Mirim fizeram um bom jogo na primeira final do Troféu do Interior, com vitória importante dos visitantes por 4 a 2.

O Mogi Mirim já é campeão? Deixe seu comentário

Os gols foram marcados por Victor Ferraz e André Astorga, para os donos da casa, e João Paulo, Felipe, Roni e Luís Henrique (contra) balançando as redes pelo lado dos visitantes.

VEJA FOTOS DAS OUTRAS CONCORRENTES A GATA DO PAULISTÃO

No próximo duelo, sábado que vem, às 18h30 (horário de Brasília), no estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira, o Mogi pode até perder por um gol de diferença que se sagrará campeão do Interior. Caso o Braga vença por dois gols de diferença, a decisão vai para os pênaltis.

O jogo
A partida teve um dos primeiros tempos mais movimentados de toda a competição. Com os times pouco se preocupando na parte defensiva, os ataques tiveram espaço para criar e logo os gols foram saindo. O primeiro foi aos três minutos de bola rolando, quando Victor Ferraz tocou para Romarinho, viu o rápido atacante limpar dois jogadores e recebeu bola açucarada do companheiro dentro da grande área. Com muita técnica, ele bateu colocado, de perna esquerda, no ângulo do goleiro Anderson.

Lorena Bueri posou para fotos e deu o pontapé inicial em Bragança Paulista, mas deu azar ao time
AE
Lorena Bueri posou para fotos e deu o pontapé inicial em Bragança Paulista, mas deu azar ao time

Mais bem organizado e com o camisa 10 Felipe inspirado, o Mogi não demorou muito para reagir. O lateral esquerdo João Paulo desceu pela esquerda, tocou para o meia e recebeu na frente. No domínio ele já se livrou de Victor Ferraz e invadiu a área para bater cruzado e fazer o 1 a 1, aos 20.

Sete minutos depois, veio o segundo. Felipe recebeu na lateral da área, deu lindo elástico em Serginho e foi derrubado. Na cobrança da falta, ele surpreendeu a todos, bateu à meia altura e viu a bola passar por mais de 20 pernas para balançar as redes de Rafael Santos.

Mogi pode até perder em casa que será campeão
AE
Mogi pode até perder em casa que será campeão
O Braga, então, resolveu acordar e foi para cima. Na resposta, Fernando Gabriel arriscou de fora da área e Anderson defendeu bem. No lance seguinte, o mesmo Fernando Gabriel bateu fechado e Astorga se antecipou ao arqueiro e deixou tudo igual. A jogada, no entanto, chamou mais atenção por outro motivo: ao tentar socar a bola, Anderson acabou se chocando com Giancarlo e caiu no chão. A trombada machucou seu pescoço e ele teve de deixar o gramado imobilizado rumo a um hospital da região. Na saída, porém, ele já dava sinais de que não tinha nada grave. "Já conversei até com minha mulher", revelou.

Na etapa final, o gol que abriu a vitória do Braga, após cruzamento da direita de João Paulo e desvio contra a próprio meta de Luís Henrique. Nos acréscimos, depois de boa jogada de Felipe, a bola ficou com Roni, que deu números finais ao embate.

FICHA TÉCNICA - Bragantino 2 x 4 Mogi Mirim
Torneio do Interior 2012 - Semifinal
Local : estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista-SP
Data : 5 de maio de 2012, sábado
Horário : 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro : Raphael Claus
Assistentes : Alberto Poletto Masseira e Bruno Salgado Rizo
Assistentes adicionais : Claudinei Forati Silva e Thiago Duarte Peixoto
Cartões Amarelos : André Astorga, Lúis Henrique e Serginho (BRA); Tiago Alves, Lucas Fonseca, João Paulo, Val e Zé Carlos (MOG)

GOLS
BRAGANTINO: Victor Ferraz, aos 3, e André Astorga, aos 31 minutos do primeiro tempo
MOGI MIRIM: João Paulo, aos 20, e Felipe, aos 27 do primeiro tempo; Luís Henrique (contra), aos 8, e Roni, aos 47 minutos do segundo tempo

BRAGANTINO : Rafael; Diego Paulista (Frank), André Astorga e Luís Henrique; Victor Ferraz, Serginho, Reinaldo (Paulo Roberto), Fernando Gabriel e Léo Jaime; Romarinho e Giancarlo Técnico : Marcelo Veiga

MOGI MIRIM : Anderson (Daniel); Luis Felipe, Tiago Alves, Lucas Fonseca e João Paulo; Val, Baraka, Gil (Piauí) e Felipe; Zé Carlos (Roni) e Hernane Técnico : Guto Ferreira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.