Tamanho do texto

Jogadores do time paulista demonstram insatisfação com o afastamento do zagueiro e querem a reintegração do atleta ao elenco

AE
Cortez é um dos jogadores que desejam a volta de Paulo Miranda ao elenco do São Paulo
Se na segunda-feira, dia seguinte à eliminação no Campeonato Paulista, nenhum jogador deu entrevistas no CT da Barra Funda, coube a Bruno Cortez nesta quinta-feira dar explicações após a derrota do São Paulo para a Ponte Preta. E o lateral esquerdo falou em quase todas as suas respostas o que parece uma fixação no elenco: "Temos que trazer o Paulo Miranda de volta ao nosso lado".

Leia mais: Juvenal retruca Leão e diz que técnico sabia do corte de Paulo Miranda

"Desde o jogo em Campinas, focamos como objetivo a vitória e a classificação. Com isso, teremos mais tranquilidade para o nosso companheiro voltar", comentou o camisa 6, único escolhido pela assessoria de imprensa para enfrentar seguidos questionamentos sobre a reação do grupo ao problema sofrido pelo zagueiro.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Paulo Miranda assinou pré-contrato com o São Paulo antes mesmo de Emerson Leão chegar ao clube. Vindo do Bahia, o atleta foi titular desde o primeiro treino com a equipe, mas falhou seguidamente até que os dirigentes usaram a hierarquia para tirar da concentração o defensor que seria titular contra a Ponte Preta.

Confira ainda:
Leão lamenta interferência da diretoria na saída de Paulo Miranda

Nesta quinta-feira, o defensor treinou com os reservas, fazendo trabalhos leves com bola, e pouco falou com titulares, que só realizaram atividades físicas. "Agora nem conversamos, ele foi para um lado e eu para o outro", comentou Cortez .

A disposição garantida pelo lateral, contudo, comprova o que Leão já havia dito logo após a partida: o grupo ficou chateado com a imposição dos dirigentes. "Cabe a nós dar força, buscar resultados que só através dos resultados vamos mostrar o nosso lado e mostrar o potencial que temos", justificou.

Paulo Miranda (esq.) foi afastado do time do São Paulo após atuações ruins
AE
Paulo Miranda (esq.) foi afastado do time do São Paulo após atuações ruins


E mais: Edson Silva diz que o time não esperava saída de Paulo Miranda

O camisa 6 se mostrou incomodado com a clara interpretação de que, se Paulo Miranda foi cortado pela diretoria, acaba como principal responsabilizado pela derrota na qual Neymar marcou três gols para o Santos - o zagueiro cometeu pênalti com menos de dois minutos de jogo e não alcançou o atacante no segundo gol.

"Não pode ser colocado só nas costas do Paulo Miranda , todos têm culpa. Não é à toa que ele está aqui no São Paulo ", defendeu Cortez , ansioso por vitórias em prol do colega. "Primeiro temos que levantar a cabeça, conquistar o nosso objetivo. Não podemos deixar nosso companheiro de lado. Precisamos trazê-lo de volta ao nosso lado. A diretoria sabe o que faz, mas vamos fazer o Paulo Miranda voltar ao nosso lado."