Tamanho do texto

Marcos Rocha não gostou nada do efeito suspensivo conseguido pelo Cruzeiro e quer rival suspenso

A rivalidade entre Atlético-MG e Cruzeiro se manifesta mesmo com os dois clubes não se enfrentando nas semifinais do Campeonato Mineiro. O lateral Marcos Rocha , do Atlético-MG, comentou o efeito suspensivo que o Cruzeiro conseguiu para liberar o meia Roger para o clássico contra o América-MG e pediu que o rival seja punido pela cotovelada que acertou em Danilinho.

Leia também: Presidente do Atlético-MG diz que vetou nome de Wright na CBF

Roger foi julgado em primeira instância por conta da agressão a Danilinho no clássico da primeira fase e foi suspenso por quatro partidas . Todavia, o Cruzeiro conseguiu um efeito suspensivo nas vésperas da semifinal e liberou o atleta.

Direto da Cidade do Galo, o lateral Marcos Rocha se mostrou insatisfeito com a situação. "Eu fico triste, pois nós sempre torcemos para que haja força e lealdade no futebol e naquele lance não existiu. Vamos torcer para que o Roger seja punido", desabafou Marcos Rocha.

Falando sobre a semifinal de domingo contra o Tupi, Marcos Rocha pediu que o Atlético-MG respeite o adversário para não ser surpreendido. “Temos que ter um pouco de desconfiança, porque, às vezes, confiança demais atrapalha. A gente sabe que eles vão tentar tirar a vantagem com a torcida deles, mas estamos preparados para chegar, fazer nosso melhor e trazer a vantagem para decidir em casa”, concluiu Marcos Rocha.

Entre para a torcida virtual do Atlético-MG e comente a declaração de Marcos Rocha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.