Tamanho do texto

Atletas lamentaram a ausência de Muricy, que sentiu dores lombares e foi levado ao Hospital

nullApós a vitória do Santos diante do Botafogo-RJ por 2 a 0, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo adiado da 21ª primeira rodada do Campeonato Brasileiro, os jogadores revelaram após a partida que ficaram assustados com a situação do técnico Muricy Ramalho antes da partida.

Veja como ficou a tabela do Campeonato Brasileiro

O treinador sentiu dores lombares (lombociatalgia) no inicio da noite e foi levado com urgência para um Hospital em São Paulo.

“Soubemos disso no café da tarde. Ficamos assustados, além de treinador, é companheiro de todos aqui. Nossa torcida é para que ele se recupere logo”, afirmou o capitão do time, Edu Dracena.

Veja também: Borges iguala recorde de Chulapa e provoca Grêmio após 22º gol

Borges também comentou o problema do técnico, e ressaltou que os jogadores sentiram falta da vibração de Muricy no banco de reservas. “Foi uma notícia ruim que recebemos. Faz falta ele (Muricy) ali do lado, no banco, sempre vibrando e empurrando o time”, disse o atacante.

O Santos foi comandado pelo auxiliar-técnico, Tata, no duelo contra os cariocas. Borges elogiou o desempenho do assistente de Muricy Ramalho, e brincou com a ausência de Tata na entrevista coletiva após o jogo.

“O Tatá foi muito bem. É ótimo profissional, e poderia vir aqui para vocês darem moral para ele, né”, disse Borges, comentou Borges.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e comente sobre Muricy Ramalho


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.