iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/12 - 16:13

Ricardo Berna deixa férias de lado e marca presença no projeto "Praia para todos"
Titular do Fluminense nas oito últimas partidas do ano, goleiro ainda espera contato da diretoria para renovar seu contrato 

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro

 

Ricardo Berna deu um tempinho nas férias para fazer uma boa ação neste sábado. O goleiro, que tem vivido na ponte área entre Rio-São Paulo, foi a principal atração do projeto “Praia para todos”, organizado pela ONG Instituto Novo Ser, voltado para a acessibilidade de portadores de deficiência. O campeão brasileiro participou de uma partida de beach soccer com a presença de 10 jogadores do futebol de cinco, do Instituto Benjamin Constant, na Praia da Barra da Tijuca.

O evento contou ainda outras atividades, como o surfe adaptado, frescobol adaptado e vôlei sentado. Criado há pouco mais de um ano, o projeto tem como objetivo promover a integração social e facilitar o acesso e prática de esportes no litoral carioca.

Titular do Fluminense nas oito últimas partidas do Brasileirão, Berna se arriscou na nova modalidade com uma venda nos olhos. Gratificado com o título, o goleiro tricolor aprovou a iniciativa e conhecer mais de perto o mundo dos deficientes.

“É bem diferente. Eles vivem um outro mundo, mas são seres humanos como nós, com sensações e sentimentos. Um exemplo de vida. Vim aqui para aprender e saio gratificado, pois vi o quanto eles são superiores. Precisamos incentivar mais esse tipo de projeto. É o mínimo que eu posso fazer. Não é mais do que minha obrigação como cidadão incentivar a inclusão social”, disse Ricardo Berna.

Valorizado após a conquista nacional, o goleiro afirmou que espera renovar seu contrato que termina dia 31 de dezembro e continuar no Fluminense em 2011.

“Estou curtindo minhas férias e aproveitando a família. Quero definir logo o meu futuro, mas prefiro deixar a negociação nas mãos do meu empresário”, explicou Ricardo Berna, que se mostrou tranquilo com a provável chegada de Diego Cavalieri.

“Eu sei que fiz bem meu papel e fui coroado com o título. Mostrei meu valor. Temos que nos reforçar mesmo, até porque temos uma competição difícil que é a Libertadores. Caso ele realmente venha, cada um vai buscar seu espaço em campo”, disse.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias