iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/12 - 14:34

Centenário corintiano sem títulos é alvo de piadas no Twitter

Clube foi eliminado nas três competições que disputou em 2010 e “sina dos 100 anos” atinge mais um grande brasileiro

Pedro Taveira, iG São Paulo

O fracasso do Corinthians no ano de seu centenário virou alvo de piadas de torcedores rivais. Depois do quinto lugar no Paulistão e da queda nas oitavas de final da Libertadores, que era a obsessão do clube em 2010, a terceira colocação no Brasileirão foi a deixa para uma série de brincadeiras no Twitter.

“Perder um título é humano, perder todos é corintiano”, “Corinthians: dormiu em segundo, sonhou com primeiro, acordou em terceiro” e “Queridos amigos, não chorem, afinal de contas vocês foram campeões da Formula Truck” são algumas das piadas postadas no microblog. A palavra-chave #centernada se tornou uma das mais comentadas no Twitter em todo o mundo nesta segunda-feira.

Até alusão ao “Fantástico”, programa da TV Globo em que os atacantes pedem para ouvir uma música após marcarem três gols em uma partida, foi utilizada. “O Corinthians perdeu três campeonatos nesse ano. Pode pedir música no Fantástico” dizia uma das brincadeiras. Por fim, surgiram sugestões de que o título brasileiro teria sido comprado. “Corinthians já começa a procurar o Procon. Comprou o campeonato, mas não levou”.

Piadas à parte, por mais que o presidente Andrés Sanchez diga que o centenário corintiano só termine em 1º de setembro de 2011, é fato que o clube deixou a desejar em 2010, ano em que completou 100 anos de existência. Para a Libertadores, especificamente, a expectativa era enorme.

Garantido na competição continental desde julho de 2009, os ingressos para os jogos na primeira fase começaram a ser vendidos antes do final da temporada passada, quando nem data ou adversários estavam definidos. Já no início deste ano, foram contratados nomes de peso como Roberto Carlos, Danilo, Iarley e Tcheco.

No primeiro semestre, o Corinthians desprezou o Paulistão e foi eliminado na primeira fase. Na Libertadores, após passar sem problemas pela primeira fase, caiu diante do Flamengo em pleno Pacaembu logo no primeiro mata-mata, acabando com o maior sonho corintiano em 2010.

Restava, então, o Brasileirão para salvar o ano. O time esteve sempre entre os candidatos ao troféu e liderava a competição a três rodadas do fim. O tropeço diante do Vitória em Salvador, somado ao triunfo do Fluminense sobre o São Paulo, tirou a equipe da ponta. Para piorar, o empate com o Goiás no último domingo derrubou o clube para a terceira posição e o obrigará a jogar a pré-Libertadores em 2011.

Sina dos centenários
Passar em branco no ano do centenário não é coisa nova para os grandes clubes brasileiros. Desde 1995, quando o Flamengo completou 100 anos, sete clubes além do Corinthians chegaram à marca centenária. Destes, apenas o Vasco, campeão da Libertadores em 1998 foi bem sucedido.

Há 15 anos, a diretoria flamenguista juntou Sávio, Romário e Edmundo no elenco, no que ficou conhecido como “ataque dos sonhos”. O time, no entanto, não ganhou nenhum título. Em 2002, foi a vez do Fluminense, que até levou o Campeonato Carioca, mas não conquistou nada de expressão nacional ou internacional. Em 2004, o Botafogo completou 100 anos e brigou até o fim do Brasileirão para não cair, a exemplo do Atlético-MG de 2008. No ano passado, o Internacional levou apenas o Gaúcho.

Mas nenhum dos casos foi mais trágico do que o do Coritiba. Em 2009, o clube amargou as eliminações no Paranaense e na Copa do Brasil. Para piorar, terminou a temporada rebaixado à Série B do Brasileirão e viu seus torcedores depredarem o estádio Couto Pereira em verdadeira batalha campal.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

julio cesar corinthians

Júlio César
Goleiro falhou na última partida da equipe do Corinthians no ano que marcou o centenário

Topo
Contador de notícias