iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/11 - 11:28

Saga do Coritiba inspira filme, livro e trilha sonora

Ideia do clube é lançar produtos que eternizem a volta por cima. Técnico Ney Franco pensa até em fazer música para a torcida

Altair Santos, especial para o iG

Em 2005, o zagueiro Pereira foi um dos personagens do filme “A Batalha dos Aflitos”, que narrou o retorno do Grêmio à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Cinco anos depois, ele volta a fazer parte de um roteiro que também inspira uma obra cinematográfica. Trata-se da saga do Coritiba para se reintegrar à elite nacional. Segundo o jogador, a história é mais rica do que a que inspirou o filme gremista. “A batalha aqui não durou um jogo só, mas um campeonato inteiro”, resume Pereira.

Consciente de que tem uma boa história para contar, o Coritiba vai sim eternizá-la no cinema. O nome do filme ainda não está definido, mas há um consenso entre os dirigentes do clube de que ele deve carregar a palavra “saga”. “Foi mesmo uma saga. Saímos de um rebaixamento, seguido de uma condenação pesada, que nos obrigou a jogar um turno inteiro fora de casa, e voltamos campeões. Isso até me inspira a fazer uma canção para a torcida, que nunca nos abandonou”, elogia o técnico Ney Franco, oferecendo-se para a trilha sonora.

Segundo o diretor de marketing do Coritiba, Oliver Kawase Seitz, além do filme há vários projetos em andamento para marcar a volta do clube em alto estilo à primeira divisão. “Algumas coisas poderão ser feitas e outras, eventualmente, não”, diz, informando que filme e livros são os projetos que devem sair do papel. E o clube tem pressa para lançá-los, a fim de aproveitar a onda emocional que capturou a torcida. “Eles precisam ser lançados dentro de um período próximo ao evento, e estamos nos preparando para isso”, afirma.

Aliás, a torcida será um capítulo à parte em qualquer produto que procure eternizar a saga do Coritiba. “A nossa torcida se destaca pelo lema ‘torcida nunca abandona’, e isso a gente conseguiu colocar à prova neste ano”, ressalta Seitz.

Para fazer o link desta fidelidade com a avalanche emocional desencadeada pelo título da série B, o Coritiba pretende usar filme e livros para alavancar ainda mais o número de sócios. Hoje em 17 mil, o clube tem a meta de atingir 25 mil nos próximos meses.

Como já tem know-how em produção cinematográfica, o filme deve vir primeiro para manter acesa a chama do título. Em 2008, o clube lançou o documentário "Da queda ao Alto da Glória", que contou a trajetória da equipe na campanha da série B de 2007, que também terminou com a conquista do campeonato. Na ocasião, estima-se que foram vendidos perto de cinco mil DVDs. Agora, com muito mais ingredientes emocionais, a saga do Coritiba sinaliza que vai precisar de muito mais cópias.


Leia mais sobre: Coritiba Série B Pereira

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias