iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/11 - 18:04

Para dirigente, fechamento do Maracanã prejudicou Fluminense

Para o vice-presidente de futebol, Alcides Antunes, time não deve reclamar da atuação da arbitragem no Brasileiro, mas sim lamentar ter de jogar no Engenhão

Gazeta Esportiva

Enquanto os cruzeirenses seguem revoltados com a arbitragem na partida contra o Corinthians, a diretoria do Fluminense preferiu minimizar o fato e atacou a CBF pelo fechamento do Maracanã antes do fim do Campeonato Brasileiro. Para o vice-presidente de futebol, Alcides Antunes, o tricolor foi prejudicado pela interdição do estádio para o início das obras para a Copa do Mundo de 2014.

"Atento eu estou desde o início do campeonato, nos jogos e sorteios dos árbitros. Eu não vou me pronunciar de uma maneira que o torcedor quer. Não vou entrar em detalhes de arbitragem. Falaram da arbitragem a favor do Corinthians, mas o que mais prejudicou o Fluminense neste Campeonato Brasileiro foi o fechamento do Maracanã antes do previsto", disse o dirigente.

O Maracanã foi fechado no dia 8 de setembro para a realização de reformas para a Copa de 2014. Desde então, Fluminense e Flamengo mandam seus jogos no Engenhão, ou no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, no sul do estado do Rio de Janeiro.

Neste domingo, o tricolor atuou no Engenhão e não passou de um empate por 1 a 1 com o Goiás. Com o resultado, a equipe perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro, agora ocupada pelo Corinthians. O Fluminense é dono da segunda colocação do Nacional, com 62 pontos.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias