iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/11 - 19:42, atualizada às 00:24 10/11

Adilson Batista não teme "falta de poder" e espera relacionamento benéfico com Neymar
Treinador foi apresentado nesta terça-feira, na Vila Belmiro, e evitou polêmicas com o principal jogador do Santos. Ele ainda falou sobre seu estilo de trabalhar no vídeo abaixo

Samir Carvalho, iG São Paulo

O Santos apresentou no final da tarde desta terça-feira, na Vila Belmiro, o técnico Adilson Batista, que assinou contrato com o clube até o final de 2011. O treinador chegou ao clube dizendo que não teme enfrentar problemas de autoridade com a diretoria santista, e espera ter um relacionamento saudável com o atacante Neymar, que provocou a demissão de Dorival Júnior.

“É um jovem talentoso, de um grande potencial, espero ajudá-lo. Que ele tenha alegria de jogar com destaque. Vai ser tranquilo e saudável, eu já trabalhei com grandes jogadores, sempre pensei em ajudar os atletas, vou ajudá-lo, essa é nossa função”, afirmou Adilson Batista, que conversou com Dorival Júnior, ex-treinador da equipe, antes de aceitar o convite do Santos.

“O dia a dia é importante, mas temos o contato, jogamos contra. Conversei com o Dorival Júnior, falei com o Marcelo, as informações foram boas”, disse o novo técnico santista.

Adilson Batista diz acreditar que aprendeu com sua passagem no Corinthians, quando foi especulado que o técnico teve problemas com os principais jogadores do clube, entre eles, Ronaldo e Roberto Carlos. Desta forma, o treinador evitou polêmicas com os dirigentes do Santos, e considera que a diretoria agiu corretamente na polêmica envolvendo Neymar e Dorival Júnior.

“O Santos tem comando, hierarquia. A diretoria teve discernimento nas devidas situações e estou bem tranquilo, consciente do que tenho que fazer. Acho que não vamos ter nenhum grande erro”, analisou Adilson, a respeito da demissão de Dorival Júnior.

O atual treinador do Atlético-MG foi demitido após tentar afastar o atacante Neymar por indisciplina (o atleta xingou Dorival após ser proibido de cobrar um pênalti no jogo contra o Atlético-GO).

Apesar de começar a trabalhar na montagem do elenco santista para a próxima temporada, Adilson Batista confirmou que não comandará a equipe nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Sendo assim, ele começa a treinar o time no dia 6 de dezembro, e o técnico interino Marcelo Martelotte continuará no comando até o término do Brasileiro.

“Primeiro a gente começa a trabalhar conversando, se posicionando, perguntando, tendo as conversas com os demais profissionais. Desde o inicio (das negociações) avisei que o trabalho seria para janeiro de 2011, porque eu queria iniciar um trabalho desde o começo”, concluiu.

Antes de ser apresentado, Adilson visitou o CT Rei Pelé
O técnico Adilson Batista conheceu as estruturas do CT Rei Pelé antes de sua apresentação no inicio da noite desta terça na Vila Belmiro. O treinador, que aprovou a estrutura do clube, não teve o seu primeiro contato com os jogadores, pois o elenco santista foi realizado no período da manhã. O novo comandante do clube foi conduzido na visita pelo consultor da presidência, Fernando Silva.

“É um privilégio dirigir um clube dirigir um time de tradição, vencedor, com uma história maravilhosa. Vamos começar a trabalhar”, afirmou  Adilson, que falou no vídeo abaixo. Assista

 

Ficha técnica

Nome: Adilson Dias Batista
Nascimento: 16 de março de 1968, em Adrianópolis (PR)
Clubes como treinador: Mogi Mirim (2001), América-RN (2002), Avaí (2002 a 2003), Paraná (2003), Grêmio (2003 a 2004), Paysandu (2004), Sport (2005), Figueirense (2005 a 2006), Jubilo Iwata (2006 a 2007), Cruzeiro (2008 a 2010) e Corinthians (2010)
Títulos como treinador: Campeonato Potiguar (2002), Campeonato Catarinense (2006), Campeonato Mineiro (2008 e 2009) e Torneio de Verão no Uruguai (2009)
Clubes como jogador: Atlético-PR (1986 a 1988), Cruzeiro (1989 a 1993), Internacional (1993), Atlético-MG (1994), Grêmio (1995 a 1996), Jubilo Iwata (1997 a 1999), Corinthians (2000)
Títulos como jogador: Campeonato Paranaense (1988), Campeonato Mineiro (1990 e 1992), Supercopa da Libertadores (1991 e 1992), Libertadores da América (1995) Campeonato Gaúcho (1995 e 1996), Campeonato Brasileiro (1996), Recopa Sul-Americana (1996), Supercopa da Ásia (1998 e 1999) e Mundial de Clubes (2000)


Leia mais sobre: Adilson Batista Neymar Santos Vila Belmiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Adilson Batista e Luís Álvaro de Oliveira

Adilson e Luís Álvaro
Treinador chegou ao Santos nesta terça e posou para foto ao lado do presidente do clube

Topo
Contador de notícias